Header Ads

  • Breaking News

    Coalizão árabe afirma que matou 8 membros do Hezbollah no Iêmen

    A coalizão liderada pela Arábia Saudita que luta contra os rebeldes no Iêmen afirmou nesta segunda-feira (25) que matou oito membros do Hezbollah libanês, incluindo um comandante, em uma operação.
    "Quarenta e um elementos terroristas morreram em Marran, na província de Sada (norte do Iêmen). Seus veículos foram destruídos, e oito membros do Hezbollah libanês, entre eles um comandante, estão entre os mortos", afirma em um comunicado o porta-voz da coalizão, o coronel Turki al-Maliki.
    Embora o porta-voz tenha dito à AFP que "não é a primeira vez que acontece no Iêmen", é o primeiro anúncio de baixas significativas do Hezbollah neste país em guerra e de seu envolvimento direto no terreno nesse conflito.
    A coalizão acusou várias vezes o Irã e o Hezbollah de apoiar os rebeldes xiitas huthis que controlam a capital, Sanaa, e uma boa parte do norte do país.
    O Irã nega ter fornecido armas aos huthis, mas não seu apoio político aos rebeldes.
    Em 20 de novembro, o Hezbollah desmentiu ter enviado armas aos huthis. Em 6 de novembro, o ministro saudita das Relações Exteriores, Adel al-Jubeir, disse à CNN que um dos mísseis disparados contra seu país e que tinha por alvo o aeroporto de Riad foi fornecido pelo Irã e "disparado pelo Hezbollah" do Iêmen.
    abh/atm/mh/hj/ra/acc/fp/tt

    Nenhum comentário

    Deixe sua opinião

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad

    Web Statistics