Precisamos falar sobre intolerância religiosa

Falar sobre leis e as consequências de atos discriminatórios é comum nos meios jurídicos. Mas levantar o tema para crianças e adolescentes, não é das tarefas mais fáceis. E isso vai acontecer no próximo dia 21 de maio, no Plenário Evandro Lins e Silva, na OAB. O encontro, que vai contar com diversos especialistas no assunto, terá, também, uma parte dedicada à discussão com o público adulto.

Durante a manhã, crianças da 7º, 8º e 9º ano vão assistir a um documentário sobre a menina Kailane, vítima de intolerância religiosa, que levou uma pedrada por ser adepta do candomblé; e participar de uma mesa de discussão sobre o tema, que terá a presença de membros da OAB e da comissão que investiga esses crimes. Além disso, haverá uma palestra com a professora Stela Caputo, da UERJ, especialista no assunto. “Embora seja um assunto espinhoso, é precisa falar sobre ele, especialmente com os mais novos. Vamos fazer uma explicação sucinta do âmbito jurídico do porquê deve haver respeito e as consequências da prática do ato de intolerância religiosa na vida da vítima e de sua família e também as consequências no âmbito jurídico”, comenta Guimar Mairovitch, Presidente da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa. Após essas atividades, vai acontecer um espaço para as crianças perguntarem sobre suas dúvidas em relação ao que assistiram e, nos últimos 30 minutos, elas deverão elaborar uma redação contando o que entenderam e o que acharam do evento. “A nossa ideia é publicar os cinco melhores textos em nosso canal”, complementa Mairovitch.

Já na parte da tarde, o público será composto por adultos. Nesse período, estarão presentes representantes de diversas religiões e operadores do direito. O encontro começará com a exibição de um documentário do Movimento Liberte Nosso Sagrado. Depois, será dada a palavra ao palestrante, o Deputado Estadual Sr. Flávio Serafim, engajado no tema, e aos membros da comissão, que farão uma pequena exposição do trabalho que realizam junto ao Movimento. Além disso, haverá uma palestra com Priscilla Regina da Silva, escritora e integrante da comissão que investiga crimes de intolerância religiosa, que falará sobre o livro ‘Contrarreligião’, de sua autoria, que trata dos limites entre liberdade de expressão e o discurso de ódio contrarreligioso e das divergências existentes na jurisprudência do nacional e internacional em relação a casos semelhantes. Estarão presentes, ainda, o Procurador Federal Jaime Mitropoulos; que tem forte atuação neste meio; a Deputada Federal Laura Carneiro, autora do Projeto de Lei Contra Intolerância Religiosa; e o Deputado Flávio Serafim.
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

[Fechar]

Receba gratuitamente o melhor conteúdo do Coisas Judaicas no seu e-mail e fique sempre atualizado.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner