Bloco Bíblico

Um partido político judeu-cristão estará nas urnas pela primeira vez na próxima eleição geral de Israel, depois que o registrador aprovou recentemente o partido.
Dennis Avi Lipkin fundou o Partido ‘BibleBloc’ (‘Bloco Bíblico’), que ele diz estar preparando há anos.
“Nosso objetivo é promover a aliança e união judaico-cristã”, diz Lipkin ao The Jerusalem Post. “Por 2.000 anos, judeus e cristãos se odiaram. Mas agora que Israel enfrenta uma ameaça existencial de terrorismo islâmico, precisamos de um partido de amor judaico-cristão”.
O Jerusalem Post informa que a lista de membros do partido irá alternar entre judeus e cristãos, começando com Lipkin, seguido por um cristão que vive na aldeia Druse de Usfiya. Parte da plataforma do partido será a de enviar adeptos judeus e cristãos de Israel para falar em nome do país em todo o mundo. O partido buscará o apoio de imigrantes russos não-judeus da antiga União Soviética e seus cônjuges e árabes cristãos.
“O Bloco Bíblico protege todos que acreditam na Bíblia e se opõem à limpeza étnica de judeus e cristãos da terra de Israel”, segundo a imprensa judaica. “Bloco Bíblico representa partidos em todo o mundo que defendem a cultura ocidental democrática judaico-cristã”.
Esther Fleece Allen, da Aliança pela Paz de Jerusalém diz: “É bom ver alguém como Avi Lipkin reconhecer o nível de apoio que os não judeus trazem para a vitalidade de Israel. A Aliança pela Paz de Jerusalém está empenhada em orar por todos os que buscam o bem daqueles que vivem na Terra Santa”.
Os Estados Unidos abriram recentemente sua embaixada em Jerusalém, o que tem gerado protestos internacionais.
A mudança foi elogiada como cumprimento profético bíblico por muitos líderes cristãos.
“Estamos finalmente fazendo o que dissemos que íamos fazer há um quarto de século e isso é mover nossa embaixada para Jerusalém. E então, em outro nível, acho que a América está se alinhando com a verdade bíblica. Quero dizer, isto é, não importa o que os Estados Unidos digam – esta é a capital Jerusalém, foi comprada e paga. Davi declarou que esta era a capital de Israel, e então eu acho que estamos apenas entrando em alinhamento com a verdade bíblica”, disse o tenente-general do Exército, Jerry Boykin.
Israel é dirigido pelo Knesset ou assembléia geral. Veja abaixo o que o site oficial do Knesset explicou sobre o sistema eleitoral de Israel:
Israel tem um sistema eleitoral baseado na representação proporcional nacional, e o número de assentos que cada lista recebe no Knesset é proporcional ao número de eleitores que votaram nela. A única limitação é a qualificação de 3,25%. Em outras palavras, um partido deve receber pelo menos 3,25% dos votos para ser eleito. Segundo esse sistema, os eleitores votam em uma lista partidária e não em uma pessoa específica da lista. Desde a instituição do sistema de primárias em algumas das partes, esses partidos elegem diretamente seus candidatos ao Knesset. Algumas das partes elegem seus candidatos através das instituições do partido. Nos partidos ultra-religiosos, seus líderes espirituais apontam os candidatos. As eleições do Knesset ocorrem uma vez a cada quatro anos, mas o Knesset ou o Primeiro Ministro podem decidir realizar eleições antecipadas e, sob certas circunstâncias, podem servir por mais de quatro anos. …
O concurso nas eleições está entre as listas de candidatos. Desde que a Lei dos Partidos foi aprovada em 1992, apenas um partido, que foi legalmente registrado ou um alinhamento de dois ou mais partidos registrados, que decidiram concorrer juntos às eleições, pode apresentar uma lista de candidatos e participar nas eleições.
Os candidatos de qualquer lista são eleitos para o Knesset com base na ordem em que aparecem nele. Se uma determinada parte recebeu votos suficientes para 10 assentos, os 10 primeiros candidatos de sua lista entrarão no Knesset. Se um membro do Knesset falecer ou renunciar ao seu lugar no Knesset por qualquer razão, o próximo da lista irá substituí-lo.
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

[Fechar]

Receba gratuitamente o melhor conteúdo do Coisas Judaicas no seu e-mail e fique sempre atualizado.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner