YouTube bane grupo neonazista, mas só após grandes veículos realizarem denúncias

YouTube bane grupo neonazista, mas só após grandes veículos realizarem denúncias
O YouTube tem sido palco de polêmicas bizarras nos últimos meses, e não estamos falando apenas do caso do Logan Paul.
Desde que o polêmico youtube exibiu um cadáver em vídeo, e tentou ganhar dinheiro em cima disso, a plataforma do Google tem sido bastante criticada por não ter tomado medidas mais severas contra a prática.
A monetização do canal de Paul até foi suspendida, mas rapidamente foi restabelecida – será que foi tempo suficiente para ele aprender uma lição?
Voltou atrás? YouTube volta a monetizar o canal de Logan Paul
Play Música descontinuado? Atualização no YouTube Music sugere que sim; entendaDe qualquer forma, a plataforma da Google agora protagonizou mais uma polêmica, dessa vez, envolvendo um grupo de neonazistas chamado 'Atomwaffen'.
O grupo já estava em atividade há muito tempo, publicando conteúdo que infringia as políticas da comunidade youtuber, sem sofrer nenhum tipo de consequência.
Foi necessário que diversos veículos de comunicação (The Daily Beast, ProPublica e Vice) denunciassem as atividades, para só então, o YouTube tomar uma atitude.
Aplicativo do YouTube para Android TV ganha mudanças visuais e outras novidadesAtomwaffen foi citado em cinco assassinatos de maio de 2017 até janeiro de 2018, e os vídeos publicados por ele sempre promoviam uma 'guerra de raças'.
Antes de banir o Attomwaffen, o máximo que o YouTube fez (mesmo com diversas denúncias por parte de usuários) foi classificar alguns dos vídeos publicados como 'conteúdo ofensivo para algumas audiências'.
Segundo um porta-voz dos neo-nazistas, o conteúdo publicado encontrava-se acessível até essa segunda-feira (26)
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

[Fechar]

Receba gratuitamente o melhor conteúdo do Coisas Judaicas no seu e-mail e fique sempre atualizado.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner