Maror - Ervas Amargas

Maror - Ervas Amargas
O maror nos lembra da do amargor da escravidão de nossos antepassados no Egito. Alface romana, raiz forte e endívia são as escolhas mais comuns.
Preparo: isso deve ser feito antes de o feriado começar. Descasque a raiz forte e enxágue bem.
Nota: enxugue cuidadosamente, pois a raiz forte será comida com a matsá mais tarde no sanduíche korech; para evitar que estrague, nem sequer uma gota de água deve ser deixada na raiz forte.
Em seguida, rale a raiz forte com um ralador ou moedor elétrico. (Quem for fazer isto começará a derramar lágrimas ou tossir muito. Cobrir o rosto com um pano ajuda a prevenir a inalação do odor forte e ardido).
A alface ou endívia deve ser lavada, pesquisada em busca de insetos, e completamente seca. Você pode usar os talos, que são mais fáceis de limpar e checar.
Coloque a raiz forte na Travessa do Seder, em cima de umas poucas folhas de alface romana limpa e seca.
Papel no Seder: Após o recital da maior parte da Hagadá vem o ritual da lavagem das mãos. Então a matsá é comida, seguido por algum maror, depois um sanduíche de matsá e maror.
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

[Fechar]

Receba gratuitamente o melhor conteúdo do Coisas Judaicas no seu e-mail e fique sempre atualizado.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner