Header Ads

  • Breaking News

    Hebraica homenageia mulheres que se destacaram em 2017

    Hebraica homenageia mulheres que se destacaram em 2017
    Ilona Szabó

      

    No próximo dia 24 de março, às 18h30, vai acontecer mais uma edição do ‘Prêmio Dia Internacional da Mulher’, realizado pela Hebraica Rio e organizado pela Diretora Cultural do Clube Fanny Schneider, para homenagear as mulheres que se destacaram em vários segmentos no ano anterior. Realizado sempre no mês de março, o evento criado há 15 anos, já foi entregue a nomes conhecidos internacionalmente pela sua atuação, como a crítica literária e escritora Heloisa Buarque de Holanda, a ex-ministra e ex-presidente do STF Ellen Gracie e a judoca Rafaela Silva, entre outras, ou seja, mulheres que não medem esforços para criar um mundo igualitário e que exercem suas profissões e atividades com coragem e extremo profissionalismo.

    Luiz Mairovitch, presidente da Hebraica Rio, comenta que, nos últimos anos, a mulher tem, cada vez mais, obtido conquistas importantes para mostrar o seu papel fundamental na sociedade, mas ainda está longe de ter o reconhecimento merecido por grande parte das pessoas. “Vivemos em uma sociedade extremamente machista, em que a maioria ainda condena mulheres que lutam diariamente pelo seu espaço, tão merecido quanto o de qualquer homem. Nossa premiação busca homenagear nomes que representem o potencial de todas as mulheres, nos mais diversos segmentos”, comenta. E complementa: “mulheres não querem flores vermelhas nem dedicatórias apenas no dia 08 de março; querem, sim, ser respeitadas, valorizadas, tenha ela escolhido ser uma dona de casa ou a presidente de uma multinacional”.
    Hebraica homenageia mulheres que se destacaram em 2017


    Em 2018, as homenageadas serão Julia Rangel, psicóloga do postinho de saúde do Pavão Pavaozinho; Andrea Pachá, juíza da vara de família e autora do livro “A Vida Não É Justa”; e Ilona Szabó, cientista política brasileira especialista em segurança pública e política de drogas e diretora-executiva do Instituto Igarapé, Bela Lustman, sobrevivente do Holocausto com 91 anos; IIana Cohen, presidente da Residência Assistida Israelita (RAI); Suzana Bennesby, ativista comunitária que está a frente do Mitzvah Day; Luciana Cukierman, presidente da Wizo e Melina Serrulha, líder comunitária e ativista solidária; Sara Bentes, cantora deficiente visual.

    O evento terá entrada franca e, após a premiação, será servido um coquetel.


    Serviço:

    Prêmio Dia Internacional da Mulher
    24/03/2018, às 18h30
    Hebraica Rio – Rua das Laranjeiras, 346 – Teatro da Hebraica
    Entrada Franca




    Loading...

    Nenhum comentário

    Deixe sua opinião

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad

    Web Statistics