Entidades judaicas protocolam “notícia-crime” contra portal “Brasil 247”

Entidades judaicas protocolam “notícia-crime” contra portal “Brasil 247”

Após tomar conhecimento do texto “Quem é judeu?”, publicado por Lelê Teles no portal “Brasil 247”, repleto de calúnias antissemitas (leia trecho), o escritório Bergher e Mattos, através do seu titular, Ary Bergher, e de sua associada, Rachel Glatt, elaborou e protocolou, no Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, notícia-crime em nome da Confederação Israelita do Brasil, da Federação Israelita do Rio de Janeiro, da Federação Israelita de São Paulo e da Associação Nacional de Juristas Brasil-Israel.
De acordo com Ary Bergher, “é inacreditável e inadmissível que, em pleno 2018, um indivíduo tenha a coragem – ou melhor, a covardia – de, a pretexto de “criticar” o primeiro ministro de Israel, ao dizer que o mesmo é corrupto e genocida, praticar e incitar a discriminação contra todos os judeus. Nos sentimos honrados – não só como judeus e advogados, mas como seres humanos – por termos feito parte da confecção desta peça jurídica, cuja finalidade é informar às Autoridades competentes do teor do referido texto, para que se apure a ocorrência ou não de crime. O antissemitismo não pode e não será tolerado. Am Israel Chai”.
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião