Turismo de Israel prepara investimento para expansão de oferta hoteleira

Turismo de Israel prepara investimento para expansão de oferta hoteleiraApoiado no discurso da valorização do turismo como ferramenta de crescimento econômico, o governo de Israel projeta grandes investimentos para a expansão da oferta hoteleira. Segundo comunicado divulgado pelo Ministério do Turismo daquele país, a administração nacional liberou mais de 180 milhões de shekels israelenses - aproximadamente R$ 165 milhões - em concessões para empreendedores. A intenção é que as cifras sejam investidas na construção de 2,5 mil quartos em 35 hotéis instalados pelo território israelense. 
A ideia é colocar ministério e iniciativa privada para trabalharem juntos. Mas não apenas na construção de novos empreendimentos. Expansões e conversões de estabelecimentos que já funcionam também estão no plano. 
A cidade de Jerusalém e o aumento da oferta de meios de hospedagem de categoria econômica são os alvos principais da medida.
Segundo informa o ministério, a atual capital daquele país recebeu aprovação de cinco projetos que vão adicionar 482 quartos. Mais algumas cidades devem ganhar considerável reforço em seu portfólio. Netanya e Rishon Le Zion devem ver a construção de hotéis com 356 e 240 unidades habitacionais, respectivamente. 
Turismo de Israel prepara investimento para expansão de oferta hoteleira
Be'er Sheyva
O turismo de lazer também deve ser favorecido. Um dos complexos de Sde Boker deve ser ampliado com mais 42 quartos. Mais uma cidade, Be'er Sheyva também terá novidades no lazer: um meio de hospedagem com 50 habitações. Outras duas conversões estão previstas. Uma em um complexo de luxo de 275 apartamentos em Ein Bokek e outra em Bat Yam.

Detalhes do plano de expansão da oferta hoteleira

As minúcias e detalhes sobre possíveis empresas administradoras e bandeiras com as quais as unidades funcionarão ainda não foram divulgados. Cidades famosas mundialmente como Tel Aviv e Herzliva não constam no planejamento do ministério.

Sobre o pacote de investimentos, Yariv Levin, ministro do turismo israelita comenta. "Isso é uma resposta ao crescimento do turismo de incoming e, ao mesmo tempo, vai nos levar a preços mais baixos", diz. 
Informações sobre início e conclusão de obras não foram divulgadas no material divulgado pelo ministério. 
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião