28.2.18

Netanyahu anuncia que pretende visitar o Brasil em junho

Netanyahu anuncia que pretende visitar o Brasil em junho

Após a visita do chanceler Aloysio Nunes, acompanhado do presidente da Conib, Fernando Lottenberg, e dos embaixadores Yossi Shelley e Paulo Cezar Meira de Vasconcellos, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou que pretende visitar o Brasil em junho. 

A informação foi antecipada nesta quarta-feira (28) por Mônica Bergamo em sua coluna, na Folha de S.Paulo, que afirmou que o primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, aceitou convite de Aloysio Nunes para visitar o país e que impôs apenas uma condição: conhecer o rei Pelé. O jornal israelense Jerusalem Post também noticiou a informação.

A data da visita, porém, ainda não está confirmada. Fontes ouvidas pela Folha, em matéria de Daniela Kresch, afirmaram que as negociações para a visita estão avançadas, mas, se ela ocorrer, certamente será marcada para antes do início da campanha para as eleições presidenciais. Pelo calendário do TSE, a propaganda eleitoral terá início em 16 de agosto. 

Netanyahu – que também atua como chanceler – aceitou o convite de visitar o Brasil feito pelo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, em encontro nesta terça-feira (27), em Jerusalém, no primeiro dia de uma viagem oficial de sete dias ao Oriente Médio.

"Israel está muito interessado nos contatos com o Brasil e acredita em seu potencial", disse Netanyahu no encontro com o chanceler brasileiro. Será a primeira visita de um premier israelense ao Brasil. Em setembro, Netanyahu visitou Argentina, Colômbia e México, na primeira viagem oficial de um primeiro-ministro israelense à América Latina

SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 coment rios: