Header Ads

  • Breaking News

    França : Agressão de criança de confissão judaica

    A agressão de
    França : Agressão de criança de confissão judaica
    Alojamento social em Sarcelles, localidade situada a Norte de Paris
    - Imagem de ilustração
    um menino judeu, em Sarcelles, perto de Paris, indignou a França. 

    Tanto a classe política, como a comunidade judaica de França está indignada e inquieta perante o antissemitismo crescente, registado nos últimos tempos.

    O garoto  tem apenas oito anos, e foi agredido por dois adolescentes, que o espancaram, atiraram ao chão, e lhe desferiram pontapés.

    Os jovens não o insultaram, mas o menino usava uma kipá, e envergava um xaile de oração judaico, cujas franjas eram visíveis por baixo da roupa, e isso faz pensar que se trata duma agressão anti-semita.
    Políticos de todos os quadrantes condenaram esta agressão: Uns pedindo actos concretos contra a violência, outros denunciando o terrivel aumento  do antisemistismo em França.
    Também o Presidente francês, Emmanuel Macron, manifestou a sua indignação, com uma mensagem no " twitter" : "Toda a Republica está ao lado dos Franceses de confissão judaica, para combater com eles, e por eles, cada um destes actos ignóbeis".  
    Sarcelles é uma localidade situada a poucos quilómetros de Paris, e ali reside uma comunidade de judeus sefarditas, num bairro a que se chama a "pequena Jerusalém". Esta agressão é a segunda no espaço dum mês, o que procupa as autoridades locais. Estas pensam que tais actos de violência podem ser fruto de um apelo feito nas redes sociais.
    A crescente violência contra a comunidade judaica em França, levou mais de 4.000 franceses de confissão judaica a partir de França para Israel, nos últimos dez anos.

    Nenhum comentário

    Deixe sua opinião

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad

    Web Statistics