Exército de Israel se prepara para uma guerra em 2018

 Exército de Israel se prepara para uma guerra em 2018 O general Nitzan Alon, chefe de Operações do Exército israelense, advertiu ontem que as possibilidades de uma guerra no norte do país são altas, diante da vitória do presidente sírio, Bashar al Assad, e seus aliados Irã e a milícia xiita Hezbollah, na guerra civil do país vizinho. 

“O ano de 2018 tem o potencial de uma escalada (militar), não necessariamente porque alguma das partes deseja iniciá-la, senão por uma deterioração gradual da situação na região. Isto é o que nos levou a aumentar o nosso nível de preparação”, disse o general Alon, em entrevista à Rádio do Exército. 

Segundo afirmou, Assad está perto de eliminar os últimos focos de resistência nas zonas rebeldes no sudoeste do país, ao longo das fronteiras jordaniana e israelense, o que “facilitaria aos aliados do regime sírio concentrar-se em Israel”. 

“Não permitiremos que este tipo de situação ocorra sem a nossa intervenção. Estamos atuando e continuaremos fazendo isso”, afirmou o general, aparentemente se referindo às ações israelenses na Síria contra alvos iranianos e do Hezbollah, como os da última semana. 

Na manhã do último dia 10, um drone, de origem iraniana, entrou no espaço aéreo israelense e foi derrubado por um helicóptero da Força Aérea poucos minutos depois. Como resposta, caças israelenses efetuaram uma série ações contra posições militares iranianas na Síria, incluindo a base móvel de onde teria partido o drone. 

Durante as ações, um dos F-16 israelenses caiu ou foi derrubado (o Exército ainda investiga o fato) e o piloto e o copiloto – que saltaram do aparelho antes de cair – ficaram feridos. O incidente levou a uma série de ataques verbais entre líderes dos dois países. 

Leia mais em:

Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião