Lembrar sempre, esquecer jamais


Lembrar sempre, esquecer jamais
 Lembrar sempre, esquecer jamais...

No dia 29 de janeiro, foi realizado no Museu do Holocausto de Curitiba um ato solene lembrando o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto (27 de janeiro). Organizado pela Federação Israelita do Paraná, Kehilá do Paraná e Museu do Holocausto, com apoio da B´nai B´rith, a cerimônia reuniu lideranças da comunidade judaica do Paraná, entre elas o presidente da Kehilá do Paraná, Charles London, e o presidente da Federação Israelita do Paraná, Ari Zugman, corpo consular, sobreviventes do Holocausto e representantes de outras religiões, com o Arcebispo Metropolitano de Curitiba, Dom José Antonio Peruzzo. Também estiveram presentes o reitor da UFPR, Prof. Dr. Ricardo Marcelo Fonseca, o secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani, e Oswaldo Euclydes Aranha (sobrinho do Embaixador Oswaldo Aranha).

Lembrar sempre, esquecer jamaisApós a visita ao Museu, foram acesas as seis velas em memória das vítimas. Os discursos proferidos na ocasião trouxeram a reflexão sobre a necessidade de combater o ódio e o preconceito, lembrando a importância da resistência. 
Lembrar sempre, esquecer jamais
Cônsul da Alemanha em Curitiba, Andreas Hoffrichter, comentou sobre a importância do Museu do Holocausto: “Não é apenas um museu. É um farol, porque ilumina o terror do passado e nos dá esperança para o futuro”.

Postar um comentário

0 Comentários