Header Ads

  • Breaking News

    Justiça francesa confirma sentença de prisão de Dieudonné por antissemitismo

    Justiça francesa confirma sentença de prisão de Dieudonné  por antissemitismoA justiça francesa confirmou hoje a sentença de dois meses de prisão com pena suspensa do comediante Dieudonné por comentários antissemitas e ordenou, noutro caso, a sua expulsão do teatro parisiense Main d'Or.

    No espetáculo "A besta imunda", apresentado em 2014, o comediante, disfarçado de detido de Guantánamo, discutiu o papel atribuído aos judeus no tráfico de escravos e ironizou o genocídio cometido pelos nazis.

    "Estas são pessoas que têm alguma habilidade no adestramento dos negros, o tráfico de escravos era uma especialidade judaica no início", declarou.

    "Isso contrasta com a imagem que nos ensinaram na escola, no infantário, no berçário, do judeu eternamente vítima, vestindo pijamas (...)", disse.

    O Tribunal de Recurso confirmou hoje o julgamento do Tribunal Correcional de Paris, que o havia declarado culpado em maio de 2016 dos crimes de injúria racial e de instigar o ódio.

    Dieudonné M'bala M'bala, de 51 anos, foi condenado a dois meses de prisão com pena suspensa e ao pagamento de uma multa de 10.000 euros, além de pagar 2.500 euros a cada parte civil, incluindo a SOS Racismo e a Liga Internacional contra o Racismo e o Antissemitismo (LICRA).

    Esta decisão acontece depois de, noutro caso, o Tribunal de Recurso ter ordenado a expulsão do humorista do teatro Main d´ Or, pedido pelos proprietários da sala.

    A Justiça também condenou a sociedade de Dieudonné, Bonnie Productions, detentora do aluguer do teatro, a pagar 280.660 euros de rendas em atraso, disse à agência de notícias francesa France Presse (AFP) o advogado dos proprietários, Dominique Cohen Trumer.

    A advogada de Dieudonné, Isabelle Coutant-Peyre, disse à AFP que estava a considerar interpor um recurso de suspensão.

    Dieudonné foi condenado várias vezes por difamação, insulto e incitamento ao ódio e à discriminação racial.

    Nenhum comentário

    Deixe sua opinião

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad

    Web Statistics