• Ultimas

    Coisas Judaicas

    O Blog judaico

    19/11/2017

    Era uma vez minha mãe

    Era uma vez minha mãe
    Etapa de ensino: Geral
    Sinopse
    A cineasta Sophia Turkiewicz foi abandonada em um orfanato quando tinha sete anos de idade. Para entender os motivos desse abandono, ela vai atrás da história de sua mãe, Helen, uma sobrevivente do nazismo na Polônia e que se viu obrigada a viver nos campos de trabalhos forçados da Sibéria, no Uzbequistão, no Irã, em Lusaka e, finalmente, na Austrália. O documentário aborda esse conflito entre mãe e filha e mostra como o contexto histórico foi determinante para a separação entre Helen e Sophia.
    Outras informações

    Ano de produção: 2013
    Público-alvo: Público em geral
    Faixa etária: 16-18
    Área temática: Ética, Filosofia, História
    País de origem: Austrália
    Áudio original: Inglês
    Versão brasileira: Dublado
    Realização: Change Focus Media and Screen Australia
    Nazismo e Comunismo , estas ideologias são simplesmente proibidas na POLÔNIA, inclusive qualquer ideologia que faça qualquer honra as mesmas.
    O documentário sobre HELEN, que retrata a historia de uma menina que viveu durante 15 anos como prisioneira, 5 com Nazistas e 10 com os Comunistas.
    HELEN foi abrigada a abandonar sua filha SOPHIA. É uma historia chocante que termina feliz na Australia, pais onde conseguiram reconstruir suas vidas.
    A POLÔNIA como Nação foi literalmente massacrada por estes regimes, milhoes e milhoes!!!.....Algo surreal!!!
    Parabéns ao povo Polonês!!!!.....Daqui uns 100 anos talvez entendamos esta questão!!!.....É que somos atrasados e ignorantes "pela propria natureza".....!!!

    3 comentários:

    Karen Gronich disse...

    onde consigo ver esse filme?

    Unknown disse...

    Um documentário bem explicado e chocante , a saga de uma mãe para sobreviver e encontrar a filha para formar uma família , isto tudo durante a segunda querra , depois de muito sofrimento que a guerra causou , emocionante , assistam , assisti e gravei pela TV escola

    Lene Milanêz disse...

    Lindo

    Comida Judaica

    Cultura

    Turismo