Milhares de candidatos formam fila para obter a cidadania portuguesa judaica


Desde dezembro de 2014, quando Portugal começou um programa destinado a atribuir a cidadania aos descendentes de judeus portugueses, 713 candidatos obtiveram sucesso, e apenas um foi recusado. Mais de 8.000 aplicações estão sendo avaliadas pelo governo português, que recebe entre 400 e 500 pedidos por mês. 
Os candidatos devem demonstrar ligação com uma comunidade sefaradita portuguesa organizada ou conexão emocional com Portugal por meio da história familiar. As candidaturas vindas de Israel são as mais numerosas, seguidas por Turquia, Argentina e Marrocos. 
Entre aqueles que já receberam nacionalidade portuguesa, o maior número é da Turquia (171), seguido de Israel (56) e do Brasil (39). Quem pretende obter a nacionalidade portuguesa deve primeiro obter um certificado da Comunidade Judaica do Porto ou de Lisboa que ateste os seus laços familiares com Portugal ou com uma comunidade judeu-portuguesa em outro país. Para iniciar o processo, os candidatos devem escrever para a Comunidade do Porto em portuguesenationality@comunidade-israelita-porto.org ou para a Comunidade de Lisboa em administrativo@cilisboa.org
As informações necessárias para requerer o certificado atestando a descendência sefaradita de origem portuguesa emitido pela Comunidade Israelita de Lisboa estão disponíveis neste guia de procedimentos. Os candidatos devem estar preparados para enviar informações de passaporte e nascimento, prova da residência atual, um pagamento único de 150 euros e evidências de sua conexão com Portugal ou com uma comunidade portuguesa judaica. 
A pesquisa necessária prévia à abertura do processo é da responsabilidade do requerente. Os historiadores acreditam que os judeus chegaram em Portugal há cerca de 2.000 anos, com a conquista romana da Península Ibérica. Em 1497, o rei Manuel ordenou a todos os judeus - entre 5% e 10% da população – que se convertessem ao cristianismo. 
Ao longo dos séculos, os judeus convertidos que queriam praticar abertamente sua religião fugiram para a Turquia, Itália, Holanda, Inglaterra e muitos outros países.
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

[Fechar]

Receba gratuitamente o melhor conteúdo do Coisas Judaicas no seu e-mail e fique sempre atualizado.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner