Família de judeus é sequestrada, agredida e roubada perto de Paris

Roger Pinto, de 78 anos, é presidente da associação de defesa do povo judaico


O  presidente de uma associação judaica, sua mulher e seu filho foram sequestrados, agredidos e mantidos reféns na última quinta-feira à noite em sua residência, perto de Paris, um ataque condenado neste domingo por instituições judaicas e o ministro francês do Interior.
Uma investigação foi aberta por sequestro, roubo e extorsão com violência, crimes motivados pela religião das vítimas.
"Segundo os primeiros elementos, o motivo deste ato covarde parece ter relação direta com a religião das vítimas", denunciou o ministro Gérard Collomb.
Entre as vítimas, está Roger Pinto, 78, presidente da associação de defesa do povo judaico e do Estado de Israel Siona, ativista conhecido na comunidade, indicou à AFP seu advogado, Marc Bensimon.
Segundo o advogado, os agressores teriam dito: "Vocês são judeus, então onde está o dinheiro? São judeus, então têm dinheiro." Além do dinheiro, os ladrões levaram joias e cartões de crédito das vítimas.
Foto: AFP/Arquivos / FRED DUFOURA agressão lembrou a sofrida por Ilan Halimi, judeu sequestrado em 21 de janeiro de 2006, aos 23 anos. Ele foi encontrado agonizando perto de uma estação de trem ao sul de Paris, mas morreu quando era levado para o hospital.
O chefe do grupo que cometeu o crime, Youssouf Fofana, foi condenado à prisão perpétua em 2009.
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

[Fechar]

Receba gratuitamente o melhor conteúdo do Coisas Judaicas no seu e-mail e fique sempre atualizado.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner