Header Ads

  • Breaking News

    Rabino israelense de extrema direita é indiciado por livro religioso polêmico

    Yosef Elitzur - Coisas JudaicasAutor de ‘Kings Torah’ indiciado por incitamento 

    Escrito por TPS em 13 de junho de 2017

    A polícia israelense apresentou uma acusação contra o rabino Yosef Elitzur, um ativista de extrema direita e um dos autores de "Torat HaMelech - The King's Torah" - um livro polêmico publicado em 2009 que discute as condições haláchicas(lei religiosa judaica) sob as quais é permitido matar não-judeus.

    A mudança ocorre dois anos depois que o Comitê de Ação Religiosa de Israel pediu ao Procurador-Geral Avichai Mandelblit para denunciar acusações contra Rabi Elitzur e um ano e meio depois que o grupo pediu ao Supremo Tribunal no final de 2015 para forçar o Estado a responder.

    "Já é tempo de Israel deixar de tolerar o intolerável", disse Anat Hoffman, diretor executivo do IRAC. "Um rabino como ele contamina nossa tradição judaica e polui nossa democracia. A liberdade de expressão termina quando o ódio e a violência são pregados e praticados ".

    O advogado Orly Erez-Likhovski, diretor do departamento jurídico do IRAC, acrescentou: "Esta é uma decisão digna, mesmo que seja consideravelmente adiada. Rabi Elitzur falou e publicou muitas declarações caluniosas que cairam nos ouvidos atentos de seus alunos - alguns dos quais estavam envolvidos em atos terroristas contra os árabes. Apenas uma abordagem agressiva em relação ao fenômeno fará com que os rabinos deixem de explorar seu status para pregar o ódio ".


    Tradução: Aguinaldo Wechesler

    Nenhum comentário

    Deixe sua opinião

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad

    Loading...
    Web Statistics