Header Ads

  • Breaking News

    Manifestação no Golã celebra independência da Síria

     Manifestação no Golã  celebra independência da Síria

    Colinas do Golã sírio são ocupadas por Israel desde 1967. Oposição ao presidente Bashar Al-Assad negou-se a participar por presença de seus retratos.

    Centenas de sírios se manifestaram nesta segunda-feira (17) nas colinas de Golã, território ocupado por Israel por ocasião do 71º aniversário da independência da Síria. Os manifestantes entoaram lemas contra o Estado hebreu e portaram retratos do presidente sírio Bashar al Assad.

    "Deus protege a Síria" e "Abaixo a ocupação", gritav

    am os manifestantes no povoado de Massaadeh, que comemora todo dia 17 de abril a saída do último soldado francês do território da Síria, em 1946.

    Nas colinas do Golã sírio, que Israel ocupa desde 1967 e da qual o Estado hebreu anexou 1.200 km2, o conflicto que devasta a Síria há seis anos também provoca divisões. A comunidade internacional não reconhece a anexação de Golã e considera o território como sendo sírio.

    A oposição ao presidente Assad negou-se a participar por causa da presença de seus retratos.

    Ocupação israelense

    Contudo, tanto opositores como partidários do regime concordam em um ponto: sua oposição à ocupação israelense.

     Manifestação no Golã  celebra independência da Síria"Continuamos sentindo apego por nossa identidade síria e apoiamos a resistência nacional", afirmou Nasser Ibrahim, um dos organizadores do movimento.

    "Com a crise síria, Israel multiplicou as medidas no Golã", denunciou, por sua parte, Ayman Abu Jabal, opositor a Bashar al Assad, citando as modificaçõe no programa educacional das escolas locais.

    Nenhum comentário

    Deixe sua opinião

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad

    Loading...
    Web Statistics