Header Ads

  • Breaking News

    Patinadora russa causa polêmica ao dançar vestida de judia em campo de concentração

    A intenção era homenagear o filme A vida é bela, do italiano Roberto Benigni. Foto: Reprodução/YouTube
    A intenção era homenagear o filme A vida é bela, do italiano Roberto Benigni. Foto: Reprodução/YouTube

    A esposa do porta-voz do Kremlin, a patinadora artística russa Tatiana Navka, foi duramente criticada nesta segunda-feira por ter dançado em um reality show com um figurino que remetia a um uniforme de prisioneira de campo de concentração nazista.

    Campeã olímpica em 2006, ela dançou com uma roupa com listras brancas e pretas e uma Estrela de Davi amarela ao lado do ator russo Andrei Burkovsky, em um programa de grande audiência que foi ao ar no último sábado.

    De acordo com a patinadora, muito popular na Rússia, a intenção era homenagear o filme A vida é bela, do italiano Roberto Benigni, uma comédia trágica sobre o holocausto que venceu o Oscar de melhor filme em 1999.

    "Nossos filhos precisam conhecer e lembrar desse terrível período", explicou Navka pela rede social Instagram. A performance, muito elogiada pelos jurados do programa, foi criticada nas redes sociais e pela imprensa internacional.

    "Perderam a cabeça? Sorrir usando um uniforme de preso com uma estrela amarela! E o público que aplaude... Sem gosto, sem tato, sem simpatia alguma", criticou o espectador Mihael Ratinsky no site da emissora Channel One.

    "De modo geral, não deveria haver brincadeira ou sorrisos" quando se refere à deportação dos judeus, declarou por sua vez Alla Gerber, responsável do Russian Holocaust Center de Moscou.

    Assista à apresentação de Tatiana Navka:



    Acompanhe o Coisas Judaicas no Facebook: 

    Nenhum comentário

    Deixe sua opinião

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad

    Loading...
    Web Statistics