Museu conta história de sobrenomes italianos por meio de HQs - Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog judaico

Post Top Ad

Museu conta história de sobrenomes italianos por meio de HQs

Museu conta história de sobrenomes italianos por meio de HQs

Share This
Resultado de imagem para Fumetto GenealogicoPor Lucas Rizzi SÃO PAULO, 04 NOV (ANSA) - O Museo del Cognome (Museu do Sobrenome), situado na cidadezinha de Padula, no sul da Itália, inventou uma maneira curiosa e divertida de contar a trajetória de famílias de origem italiana: histórias em quadrinhos.   

Batizado de "Fumetto Genealogico" ("Quadrinho Genealógico"), o projeto foi idealizado pelo fundador e diretor do museu, Michele Cartusciello, em parceria com o cartunista Emanuele Sabatino. O objetivo é aproximar o público das próprias origens e criar uma espécie de "álbum de recordações" baseado na pesquisa genealógica.   

A HQ "piloto" foi baseada na família do próprio Cartusciello e serve para mostrar o resultado final do trabalho aos interessados. "Eu fiz com dados da minha família, mas para mostrar como funciona", explica o diretor do museu.   

Para encomendar uma "revista", basta realizar o pedido e enviar sua árvore genealógica ao museu. Cartusciello fará uma pesquisa histórica a respeito do sobrenome e da evolução dos costumes ao longo dos anos para criar os desenhos. "Algumas páginas são fixas, como aquelas onde eu explico o que é o museu, onde fica", conta, "e uma parte é inventada, mas sempre com referências históricas".   

O projeto do "Fumetto Genealogico" será apresentado pelo diretor em quatro conferências no Brasil, sendo a primeira delas em São Paulo, neste sábado (5), no Circolo Italiano. O evento será promovido pela Associação Brasileira de História e Genealogia (Asbrap).   

As outras serão no Rio de Janeiro (09/11), realizada pelo Colégio Brasileiro de Genealogia (CBG); em Belo Horizonte (19/11), pelo Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais (IHGMG); e em Porto Alegre (22/11), pelo Centro de Genealogia da capital gaúcha. Em suas palestras, o diretor também falará sobre turismo genealógico e pedidos de cidadania, temas bastante caros aos milhões de descendentes de italianos que residem no Brasil. O Museo del Cognome surgiu em 2012, quando Cartusciello decidiu fechar um restaurante para apostar na pesquisa genealógica. A atração fica aberta de terça a sábado, das 10h às 13h e das 16h às 19h, e seu site tem até versão em português.   

Já Padula é uma pequena cidade de 5,5 mil habitantes situada na província de Salerno, na região da Campânia, e fica a cerca de três horas de trem de Nápoles. (ANSA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

Post Bottom Ad

Pages

Real Time Web Analytics