Header Ads

  • Breaking News

    Agência iraniana apaga jogadora alemã

    Já considerada uma das imagens mais marcantes desta Olimpíada, o flagrante da disputa de bola na rede entre a jogadora de volei de praia alemã Kira Walkenhorst, de biquíni, e a egípcia Doaa Elgobashy, com calça e hijab (véu tradicional sobre a cabeça), ganhou uma alteração bem relevante ao ser veiculada pela mídia do Oriente Médio.

    Em suas redes sociais, a agência de notícias iraniana Tansim basicamente apagou a figura da atleta da Alemanha, como forma de impedir a exibição do corpo feminino. "A presença de uma senhora egípcia coberta por um véu na Olimpíada do Rio chamou atenção da mídia mundial", diz o texto da publicação.

    Vitória alemã em confronto histórico
    Doaa e a parceira de quadra, Nada Meawad, são muçulmanas. No entanto, apenas Doaa joga as partidas com o véu. O hijab sugere a privacidade, modéstia e moralidade das mulheres muçulmanas. Em árabe, significa 'cobertura'. Na religão islâmica, a mulher não pode usar roupas que revelem o corpo e Doaa segue à risca as orientações.

    A dupla egípcia, estreante em Olimpíadas, perdeu por 2 sets a 0 para as alemães Kira Walkenhorst e Laura Ludwig. No entanto, já entraram para a história do país: são a primeira dupla do Egito a disputar os Jogos Olímpicos. Nesta terça-feira, elas enfrentam a Itália e, na quinta-feira, o Canadá.




    2 comentários:

    1. Daria pra passar o link original da agência de notícias iraniana? Queria compartilhar usando a origem...

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Segue o link da agência: http://www.tasnimnews.com/en/search?query=rio%20de%20janeiro&date=-1&section=-1&page=4

        Excluir

    Deixe sua opinião

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad

    Loading...
    Web Statistics