Header Ads

  • Breaking News

    Jerusalém cidade amiga do idoso

    Jerusalém cidade amiga do idoso   Cidade de Jerusalém se une à ONU no programa Cidade Amiga do Idoso

    Jerusalém (TPS) – A prefeitura de Jerusalém foi empossada como membro em um programa da Organização Mundial de Saúde das Nações Unidas (OMS) na terça-feira 29/3.
    "A rede mundial das cidades amigas do idoso, lançada pela OMS, adicionou a cidade de Jerusalém como um membro da rede devido ao lançamento bem-sucedido, em 2014, de um plano-mestre para o apoio dos seus cidadãos idosos", disse um porta-voz de Jerusalém ao serviço de imprensa Tazpit (TPS).
    De acordo com a OMS, a rede mundial de cidades amigas do idoso foi criada a fim de lidar com o crescente fenômeno internacional da população em envelhecimento e o aumento da expectativa média de vida. Ela se esforça para melhor atender as necessidades dos moradores mais velhos e está empenhada em criar ambientes urbanos inclusivos e acessíveis para beneficiar populações de idosos.
    "Jerusalém é o lar de mais de 70 mil pessoas acima de 65 anos, tornando-a a cidade com a maior população idosa no país. Nós lançamos o nosso plano-mestre cidadão idoso para aumentar a qualidade de vida dos nossos moradores idosos, incluindo a instalação de mais bancos de praça públicos, um centro de emprego e voluntariado, programas de saúde para idosos, e mais", explicou o porta-voz.
    Depois que o órgão da ONU reconheceu as realizações de Jerusalém no campo, a OMS integrou-o como um membro oficial da rede, que atualmente inclui mais de 200 cidades e comunidades de 33 países diferentes. A rede permite aos seus membros a plataforma para compartilhar informações e conhecimento, participar de pesquisas e de se juntar ou iniciar programas de cooperação internacional.
    "O plano diretor municipal deu-nos as ferramentas e a capacidade de desenvolver programas e serviços que apoiam e estimulam nossos cidadãos idosos. Eles são a âncora social da nossa comunidade", disse o prefeito de Jerusalém, Nir Barkat depois de receber o certificado de admissão na rede da OMS.
    Fonte: TPS / Texto: Michael Zeff / Tradução: Alessandra Franco / Foto: Andrew McIntire

    Nenhum comentário

    Deixe sua opinião

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad

    Web Statistics