Hamas diz ter prisioneiros de Israel

Hamas diz ter prisioneiros de Israel
Hamas diz que tem quatro "prisioneiros de guerra" de Israel 
O braço armado do grupo terrorista islâmico palestino Hamas disse que não iria fornecer informações sobre soldados cativos para a sua organização, a menos que Israel está disposto a "pagar um preço".

O grupo islâmico levantou a possibilidade de trocar um soldado israelense morto em Gaza na guerra de 2014, em troca de prisioneiros terroristas palestinos.
"Nós garantimos que não há atualmente nenhuma troca ou discussões sobre prisioneiros", disse Abu Obeida, porta-voz do auto brigada Izz a Din al Qassam.
Para Benjamin Netanyahu, Abu Obeida  é um "mentiroso".

Já Abu Obeida disse que a "ocupação" vai pagar um preço para o retorno dos soldados Hadar Golin e Oron Shaul, o civil Avraham Mengistu e um beduíno cujo nome foi divulgado.

Abu Obeida disse que Israel deve fazer concessões se quiser Hamas  forneça informações sobre as condições dos "quatro prisioneiros de guerra".

Acredita-se que o Hamas mantém os corpos de soldados  Oron Shaul e Hadar Goldin, que caiu em combate na guerra de Gaza, em 2014; mas o grupo terrorista se recusa a detalhar o destino de ambos.

Avraham Mengistu é um imigrante da  Etiópia, e que sofre de transtornos mentais, esta cativo, aparentemente, desde a sua entrada na Faixa de Gaza, em setembro de 2014.

A quarto na lista é de origem árabe beduíno israelense cujo nome permanece sob segredo uma ordem de mordaça do Hamas.


Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

[Fechar]

Receba gratuitamente o melhor conteúdo do Coisas Judaicas no seu e-mail e fique sempre atualizado.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner