Ministro da Defesa Moshe Ya'alon visita família do capitão Eliav Gellman - Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog judaico

Post Top Ad

Ministro da Defesa Moshe Ya'alon visita família do capitão Eliav Gellman

Ministro da Defesa Moshe Ya'alon visita família do capitão Eliav Gellman

Share This
Ministro da Defesa Moshe Ya'alon visita família do capitão Eliav Gellman
Ministro da defesa Moshe Ya'alon visitou a comunidade de Karmei Tzur em Gush Etzion, na noite de domingo, 28/2, para mostrar solidariedade com a comunidade, após a morte do capitão da reserva Eliav Gellman, de 28 anos, que foi morto por fogo amigo durante reação a uma tentativa de ataque por esfaqueamento.

”Ya'alon expressou suas condolências à família Gellman, que lhe contou sobre a personalidade especial de Eliav, sobre seus valores, seu profissionalismo, seu amor pela família, por seus soldados e pela aprendizagem judaica."
O irmão de Eliav Gellman, Ra'anan, disse que Eliav gostaria que o povo de Israel agisse com força e com amor. Ra’anan também disse ao ministro da defesa que espera ver uma resposta decisiva e que Israel não deve esperar até que uma tragédia semelhante recaia sobre outra família.
Ya'alon elogiou a determinação de Eliav para afastar o terrorista que o atacou e garantiu à família que Israel vai superar este período difícil, como sempre fez no passado. Ele também afirmou que as portas do Ministério da Defesa estarão sempre abertas à família para ajudar com quaisquer dificuldades.
Ya'alon se reuniu com representantes do Conselho Regional de Gush Etzion após a reunião com a família de Gellman. Os participantes partilharam os sentimentos dos moradores e sugeriram uma série de medidas que poderiam ser tomadas no combate ao terror palestino, incluindo a perspectiva de expulsão, a aplicação da pena de morte e a revogação do status de residente.
O presidente do Conselho Regional de Gush Etzion, David Perl, agradeceu ao ministro por suas ações até agora, antes de pedir pela separação das populações árabes e judaicas na região. "Agora é hora de separar as populações — a separação que irá reduzir o atrito e tornará mais difícil aos terroristas que alcancem os moradores para atacá-los," ele argumentou.
Ya'alon não aceitou a insinuação de que Israel não havia atuado decisivamente em resposta ao terrorismo. "Estamos na ofensiva contra o terrorismo desde a Operação Pilar de Defesa. É por isso que não há espaço para a conversa a respeito de mudança de uma estratégia de defesa para uma estratégia de ataque", disse ele.
Ele também elogiou o trabalho das Forças de Segurança, dizendo que "os militares, a Agência de Segurança de Israel, a polícia e as forças adicionais estão trabalhando sem parar e de forma criativa, para evitar ataques. As forças de segurança chegam em cada local, dia e noite, e tomam várias medidas, que nós sequer conseguimos explicar".
Ele também alegou que o uso recente de facas como principal meio de ataque é indício de que os inimigos de Israel aceitaram sua incapacidade para derrotar Israel no campo de batalha. "Eles entendem que somos resistentes e temos a capacidade de lidar com ameaças. Então, eles escolhem atacar por outros meios, tendo em conta o fracasso dos seus esforços anteriores em tentar destruir Israel", afirmou Ya'alon.
Ya’alon sustentou que a resiliência e a determinação para superar a onda de terror palestino, ao invés da utilização de todo o poderio militar de Israel é o que representa o verdadeiro teste para o povo de Israel.
"Tenho certeza de que Israel conseguirá superar esta onda de terror. Compartilho os sentimentos da família Gellman e dos moradores de Gush Etzion, de que a verdadeira resposta reside no fortalecimento da comunidade, que é o meu foco incansável de trabalho", concluiu.

Fonte: TPS / Texto: Alexander J. Apfel / Tradução: Bruno Scala / Foto: Hillel Maeir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

Post Bottom Ad

Pages

Real Time Web Analytics