Nova Startup israelense cria aplicativos 70% mais barato e rápido

Coisas Judaicas
Nova Startup israelense cria plataforma para desenvolvimento de aplicativos 70% mais barato e rápido

Tel Aviv (TPS) - O desenvolvimento de aplicativos para smartphones é um negócio oneroso e demorado. Estima-se que 100 mil novos aplicativos são desenvolvidos a cada ano, a um custo total de U$ 11 bilhões de dólares. A nova startup israelense criou uma plataforma única, RapidAPI, que reduz esses custos em 70% e encurta significativamente o processo.
"RapidAPI é uma plataforma online que permite que desenvolvedores de todo o mundo criem rapidamente um backend para seus aplicativos ou website", disse Mickey Haslavsky, co-fundador, ao Serviço de Imprensa Tazpit (TPS). "Desenvolvedores de todo o mundo estão vindo até nós, porque tempo é muito valioso neste campo".
A startup já levantou centenas de milhares de dólares de investidores, incluindo o fundador da Check Point, Marius Nacht e de Dov Moran, que inventou o pendrive. Ele também foi recentemente endossado pela incubadora "500 Startups", o segundo maior fundo de investimento e acelerador de startups do mundo.
Cada aplicativo mobile consiste de um "frontend", que é a interface do usuário e as características que o usuário pode controlar, e um "backend", que é a codificação e funcionalidades que suportam a interface, como o envio de mensagens, segurança das informações, transferências de pagamentos, etc.
Haslavsky descreveu o backend como a lógica do aplicativo. "Nós possibilitamos aos desenvolvedores criar a lógica de seu site ou aplicativo, sem escrever uma linha de código. Desenvolver um backend totalmente funcional, normalmente leva cerca de 240 horas de trabalho, por isso nosso produto poupa muito tempo aos desenvolvedores, o que é extremamente valioso quando se trabalha em uma startup", ele informou à TPS.
A RapidAPI foi fundada há um ano por Iddo Gino, um jovem adolescente de 17 anos, morador da cidade de Haifa. Gino, agora com 18 anos, com bacharelado em ciência da computação pela Open University, criou a startup juntamente com seus amigos Haslavsky, de 22 anos e Daniel Chernenkov, 21, que atua como diretor executivo de tecnologia da empresa.
Atualmente, Gino está em San Francisco, dirigindo parte da empresa, enquanto Haslavsky administra o resto da empresa em Israel.
"Nosso maior concorrente fechou as portas e encerrou suas atividades há apenas alguns dias", disse Haslavsky. "Estamos trabalhando 24/7 agora, porque de repente temos quatro vezes mais clientes do que antes. É loucura. Nós também nos mudamos para novos escritórios em Tel Aviv há alguns dias, o que é muito excitante".
"Estamos trabalhando no momento em nosso principal recurso, que é a criação de um mercado digital completo, onde os desenvolvedores de todo o mundo serão capazes de recriar um backend ou dar a outros usuários permissão para usá-lo", ele concluiu. "Nosso plano para o futuro imediato é crescer e conseguir mais usuários, empresas e startups para trabalhar com a gente".
Fonte: TPS / Texto: Michael Bachner / Tradução: Renata Chazak / Foto: Courtesy 
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

[Fechar]

Receba gratuitamente o melhor conteúdo do Coisas Judaicas no seu e-mail e fique sempre atualizado.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner