Israel aprova cidade para minoria drusa

Israel aprova  cidade para minoria drusaJerusalém -  Israel aprova construção da 1ª cidade para minoria drusa.

Drusos: distribuídos por vários países do Oriente Médio, cerca de 130 mil drusos vivem em Israel, correspondendo a 1,5% do total da população.

O governo de Israel aprovou nesta terça-feira a criação de uma cidade para a minoria drusa, a primeira desde a fundação do país em 1948, após a Segunda Guerra Mundial.

"A Comissão Nacional de Planejamento aprovou a proposta do primeiro-ministro (Benjamin Netanyahu) de criar uma nova cidade drusa", indicou um comunicado oficial do governo, que explica que ela será construída perto do lago de Tiberíades, na Galileia.

O novo município, que a princípio receberá cerca de 10 mil moradores, estava há 17 anos atolado na burocracia do país e será destinada a uma das menores minorias de Israel.

Distribuídos por vários países do Oriente Médio, cerca de 130 mil drusos vivem em Israel, correspondendo a 1,5% do total da população.
A maior parte deles vive na região da Galileia, no norte do país.

Povo semítico separado dos árabes ao redor do século X e com uma religião própria, os drusos servem desde 1957 no Exército de Israel, ao contrário de outras minorias - entre elas os palestinos - que não têm essa obrigação.
"A porcentagem de alistamento é um dos mais altos do país. A minoria drusa vinculou seu destino com o do Estado de Israel. A nova cidade servirá para promover o desenvolvimento da comunidade drusa", disse Netanyahu.

Nos últimos anos, membros destacados desta minoria - entre os quais há oficiais do alto escalão militar, deputados e diplomatas - tinham reclamado de discriminação em nível oficial por não receberem do governo recursos necessários para seu desenvolvimento e terras para permitir que os drusos construam seus imóveis.

"A criação da nova comunidade tem como objetivo reduzir as diferenças entre as localidades drusas e o resto do país, e faz parte de uma longa série de políticas para impulsionar seu seu desenvolvimento", destacou o primeiro-ministro de Israel.

O projeto conta com a oposição de grupos ambientalistas, já que será construído em uma região de proteção ambiental.
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

[Fechar]

Receba gratuitamente o melhor conteúdo do Coisas Judaicas no seu e-mail e fique sempre atualizado.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner