Bilionário judeu resgata cristãos perseguidos pelo Estado Islâmico - Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog judaico

Post Top Ad

Bilionário judeu resgata cristãos perseguidos pelo Estado Islâmico

Bilionário judeu resgata cristãos perseguidos pelo Estado Islâmico

Share This
Bilionário judeu resgata cristãos perseguidos pelo Estado Islâmico

Bilionário judeu resgata cristãos perseguidos pelo Estado Islâmico: "Tenho uma dívida de gratidão".

Lord George Weidenfeld é grato aos cristãos que salvaram a sua vida durante o Holocausto.

O britânico lord George Weidenfeld está financiando uma missão de resgate de até 2.000 famílias cristãs no Iraque e na Síria. Segundo o Catholic Herald, do Reino Unido, ele quer seguir o exemplo do falecido sir Nicholas Winton, cristão que salvou 669 crianças judias destinadas à morte em campos de concentração nazistas durante o Holocausto.

O bilionário de 95 anos diz que tem "uma dívida a pagar".

Bilionário judeu resgata cristãos perseguidos pelo Estado IslâmicoEm 1938, os quakers e os Irmãos de Plymouth, cristãos, organizaram a transferência segura de judeus de Viena para a Inglaterra através do “Kindertransport”, ajudando-os a escapar dos nazistas. Os judeus receberam comida, roupas, hospedagem e transporte. Weidenfeld estava entre eles.

"Eu tenho uma dívida a pagar", disse lord Weidenfeld em entrevista ao Times. "Ela vale para os muitos jovens que estavam nos ‘Kinderstransport’. Foi uma operação muito nobre, e nós, judeus, devemos ser gratos e fazer algo pelos cristãos que estão em perigo".

A primeira fase do esforço de resgate organizado pela Weidenfeld Safe Havens Fund conseguiu levar 150 pessoas da Síria para a Polônia neste último 10 de julho, com a permissão do governo polonês e do regime de Assad na Síria.

O jornal Express, do Reino Unido, informa que o fundo de Weidenfeld pretende dar suporte econômico de 12 a 18 meses para os refugiados. Alguns países, como os Estados Unidos, se recusaram a participar do projeto porque ele não inclui os muçulmanos, também eles alvo do Estado Islâmico.

Os cristãos, os yazidis, os drusos e os muçulmanos xiitas são perseguidos pelo grupo terrorista na Síria e no Iraque. Lord Weidenfeld, no entanto, defendeu o objetivo específico do seu projeto:

"Eu não posso salvar o mundo todo, mas tenho uma possibilidade muito específica no caso dos cristãos. Outros podem fazer o que eles querem que seja feito pelos muçulmanos".

Nascido na Áustria em 1919, Weidenfeld recebeu o título de “lord” em 1976. Chegado à Grã-Bretanha sem um tostão, ele fez fortuna criando a editora Weidenfeld & Nicholson.

Fique atualizado por e-mail
 
 
 
 

2 comentários:

  1. Parabéns por sua atitude ! Gratidão é coisa rara...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Darlene Glória. Mas uma atitude de gratidão também

      Excluir

Deixe sua opinião

Post Bottom Ad

Pages

Real Time Web Analytics