Israel autoriza viagem de 500 palestinos à Jerusalém para festa muçulmana

Cerca de 500 palestinos de Gaza com mais de 60 anos cruzaram neste domingo a passagem de Erez e viajaram à Jerusalém para celebrar a festa muçulmana do "Sacrifício", informaram fontes israelenses.
É a primeira vez que um grupo de idosos palestinos sai de Gaza rumo à Israel desde 2007, quando o país impôs um forte bloqueio econômico e militar à faixa, controlada pelo grupo islamita Hamas.
As fontes israelenses explicaram que a permissão só foi concedida aos maiores de 60 anos e fazem parte das medidas para aliviar o bloqueio após o conflito bélico contra o Hamas, que matou mais de 2,1 mil pessoas, em sua imensa maioria civis palestinos.
Israelenses e palestinos retomaram nesta semana os contatos para dar início à implantação dos acordos firmados dentro do cessar-fogo assinado no final de agosto, após cinquenta dias de combates, com a mediação do Egito. EFE

Postar um comentário

0 Comentários