Ciência Sem Fronteiras


O programa brasileiro - responsabilidade conjunta dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação e do Ministério da Educação - busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional.
Apresentação sobre Israel noprograma "Ciência Sem Fronteiras"
Sobre Israel - É um país proeminente em ciência e tecnologia. O montante investido em pesquisa e desenvolvimento (P&D) em relação ao produto interno bruto (PIB) é o maior no mundo e o país ostenta o maior número de cientistas, técnicos e engenheiros per capita no mundo.
Por que fazer seu Doutorado em Israel? - Israel é um destino ideal para estudantes que procuram alto padrão de estudo e oportunidades de pesquisa. Quando estudantes internacionais perseguem seus objetivos acadêmicos em Israel, eles se tornam membros valiosos de uma comunidade a qual é internacionalmente reconhecida pela excelência com longa tradição em inovação. Através de colaboração internacional Israel congrega as melhores e mais brilhantes mentes.
Uma nação em movimento - Israel possui 8,1 milhões de habitantes, 65 anos de idade, com poucos recursos naturais – produz mais companhias novas que nações maiores como o Japão, China, Índia, Coréia, Canadá e o Reino Unido. Israel é um viveiro de atividade inovadora, com o mais alto dispêndio em P&D por PIB do mundo, o maior país em número de companhias na NASDAQ fora dos EUA, o quinto país no mundo em número de patentes per capita, e um número enorme de companhias locais de alta tecnologia.
Excelência espetacular - Os pesquisadores israelenses são mundialmente conhecidos por sua excelência. Uma indicação visível é sua espetacular cota de prêmios Nobel em ciências: uma nação de muito menos que 1% da população mundial tem produzido bem mais que 20% dos laureados Nobel. Desde 2002, 8 Israelenses foram premiados com o Nobel nos campos de Química e Economia.

Postar um comentário

0 Comentários