FIRS denuncia casos de antissemitismo no Rio Grande do Sul

FIRS denuncia casos de antissemitismo no Rio Grande do Sul

Representantes da Federação Israelita do Rio Grande do Sul (FIRS) e de suas entidades filiadas participaram nesta terça, 2 de setembro,  de audiência com o Procurador–Geral de Justiça, Eduardo de Lima Veiga. Eles entregaram-lhe uma representação contendo todas as denúncias de casos de antissemitismo ocorridos no Estado durante o último conflito no Oriente Médio.

 “Repudiamos o racismo e o antissemitismo. Ambos proliferam e encontram, de tempos em tempos, guarida junto a diferentes grupos. Sob o disfarce de causas nobres, têm florescido, não só no Brasil, mas em diversos outros países e continentes. Infelizmente, o conflito em Gaza fez aflorar um antissemitismo virulento, com manifestações racistas, discriminatórias, como poucas vezes se viu desde a Alemanha nazista”, explicou o presidente da entidade, Mario Cardoni.

A FIRS aguarda o encaminhamento do material à Promotoria Criminal, para apuração de prática delituosa. Para Eduardo de Lima Veiga, é urgente a necessidade de aprender a conviver com as diferenças.

Postar um comentário

0 Comentários