Qatar ameaçou expulsar o líder do Hamas se ele aceitasse o acordo

Coisas JudaicasO movimento palestino Fatah, disse que o Qatar ameaçou expulsar o presidente do Bureau Político do Hamas, Khaled Mashaal, que atualmente reside em Doha, se ele aceitasse a proposta egípcia para um cessar-fogo com Israel em sua forma atual, de acordo com um relatório do jornal pan-árabe al-Hayat, publicado em Londres. 

O funcionário também disse que o Hamas pediu ao Egito que o  Qatar participe das  negociações indiretas que visam pôr fim ao conflito na Faixa de Gaza, e um representante do Qatar - ex-ministro das Relações Exteriores ou o chefe de Inteligência - foi convidado a ir ao Cairo para facilitar a realização de um acordo de longo alcance. 

Segundo o jornal, o Egito rejeitou totalmente a proposta, condicionada a Qatar desculpas por sua política em relação Cairo, desde a derrubada do presidente islamita, Mohamed Morsi.

Postar um comentário

0 Comentários