Herói que salvou 218 de judeus ganha monumento

Herói que salvou 218 de judeus na II Guerra Mundial ganha monumento em Moscou

O Presidente da Federação das Comunidades Judaicas da Rússia, Aleksander Boroda, agradeceu as autoridades de Moscou pela criação e instalação de uma pedra memorial, no centro da cidade, em homenagem a Nikolai Kiselev, comandante de um grupo de guerrilheiros que durante a II Guerra Mundial salvou a vida de 218 habitantes judeus de um vilarejo na Bielorússia ocupado pelos nazistas.
Segundo Boroda, a comunidade judaica ficou admirada ao descobrir o feito heroico deste grande homem e espera que o monumento possa se tornar um tradicional local de visitação durante as comemorações anuais do Dia da Vitória, em 9 de maio.
O rabino destacou ainda que a inauguração do memorial no centro de Moscou é uma prova viva de que “as lições da II Guerra Mundial não foram esquecidas e vivem nos corações das pessoas”.

Postar um comentário

0 Comentários