29 de dez. de 2013

Judeus ortodoxos falam de sexo com vocabulário próprio

Judeus ortodoxos têm vocabulário próprio para falar de sexo

Os judeus ortodoxos têm um vocabulário tão específico para falar de relações sexuais que a sexóloga Guila Brunes teve a idéia de desenvolver um dicionário. De início, a criação visa atender os médicos que não entendiam o modo pelo qual os seus pacientes se referiam à impotência ao marcar consultas. 

Isso porque antes do surgimento dos remédios, a disfunção erétil era tabu entre os “Temerosos de Deus”. Uma das empresas fabricantes chegou a organizar cursos para sexólogos e médicos com a pretensão de fazê-los compreender a linguagem dos ortodoxos.

As expressões utilizadas por eles têm suas origens na lei judaica, mas como também acontece com os idiomas, o cotidiano enriqueceu o vocabulário. O pênis, por exemplo, é chamado de “pincel” enquanto o órgão sexual da mulher é conhecido com “o lugar” ou “telefone”. “Fazer as pases” e “como um pincel no telefone” se referem ao ato sexual.



SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos