Acordo vai conectar Mar Vermelho ao Mar Morto


Mapas mostram a redução do volume de
água no Mar Morto e previsão para 2050

Representantes israelenses, jordanianos e palestinos assinaram um acordo para construção de um duto que canalizará a água do Mar Vermelho para o Mar Morto. 

O acordo foi assinado em Washington e vem após anos de esforços para resolver as questões da água na região. Uma parte da água será dessalinizada para ser distribuída em Israel, Jordânia e nos territórios palestinos, enquanto o resto será transportado por quatro tubulações para o Mar Morto, que pode secar até 2050. 

Também há vantagens econômicas, como abastecer com água dessalinizada barata os Estados vizinhos, e o aspecto diplomático, que demonstra a importância do diálogo entre os envolvidos. “É um grande avanço após vários anos de esforços. É um momento histórico”, comemorou Silvan Shalom, ministro israelense da Energia e Desenvolvimento Regional. O gasoduto, de 180 quilômetros, deverá custar pelo menos US$ 300 milhões e a sua construção deve ser concluída em três anos.

Postar um comentário

0 Comentários