Rabinos lituanos rejeitam serviço civil


Lideres  religiosos alertam estudantes de yeshiva para que não cooperem  com o novo projeto. 'Cuidado com novas tentações do governo que prejudicam os fundamentos do judaísmo ", disse o rabino Shteinman
Os rabinos chefes ultra-ortodoxos pediram que seus seguidores  não cooperem com o novo plano para alistar 1.300 estudantes de yeshiva, no serviço civil enquanto o governo oferecer programas avançados cujo objetivo é  tentar fazer com que eles abandonem os estudos da Torá.
Sob o título: "Para fazê-los esquecer sua Torah" o jornal haredi lituano Yated Ne'eman, argumenta que o serviço nacional - mesmo sob a forma de serviço público  já foi proibido por rabinos no passado e, agora no presente. Hoje é destinado a "remover estudantes dos salões sagrados da yeshiva"
Coisas Judaicas
O jornal citou o rabino Aharon Leib Shteinman, considerado o mais antigo líder lituano afirmando que "devemos advertir publicamente contra este fenômeno grave e perigoso, que visa destruir os fundamentos da nossa existência contra a essência e missão de um estudante de yeshiva de dedicar sua vida ao estudo da Torá. "
Rabino Shteinman acrescentou ainda que eles devem  tomar cuidado com "os líderes do governo que trazem novas tentativas e tentações que estão prejudicando os fundamentos do judaísmo."
A imprensa haredi também menciona as observações feitas pelo falecido rabino Yosef Shalom Elyashiv contra o governo. Os rabinos estão contra a iniciativa, apesar de um diálogo tranquilo que está sendo realizado entre a Administração Pública Nacional e os rabinos.
De acordo com  Sar-Shalom Gerbi, diretor da Administração Pública e Nacional, "Estamos lidando com poucas dificuldades no seio da sociedade haredi, quando se trata da elaboração de voluntários para o serviço civil”.
“A medida visa a manutenção deste serviço, e, é crucial para garantir o futuro do programa que sucede no recrutamento de milhares de haredim para compartilhar o fardo de ingressar no mercado de trabalho”.  “Acreditamos que a tendência de crescimento no serviço público continue. Dentro de  um curto espaço de tempo seremos capazes de atingir 10.000 graduados haredim que irão contribuir para a sociedade e para a comunidade interagir no mercado de trabalho e estudos.

Postar um comentário

0 Comentários