Coisas e expressões judaicas


Coisas e expressões judaicas
Judaísmo se expressa, como já dissemos aqui, nos pequenos e grandes atos do nosso dia a dia. Desde o momento em que abrimos nossos olhos, ao despertar, pela manhã, até a hora em que vamos dormir. Passando por eles, está nossa fala.

Além de termos de ter muito cuidado com o que falamos (a lei judaica, por exemplo, condena a “fala que fere” e o Livro dos Provérbios diz: “A vida e a morte estão no poder da língua”), um judeu é identificado pelas expressões que usa no dia a dia. A seguir, um glossário delas, com algumas das mais usadas (acréscimos à lista são muito bem-vindos!).

Oy Vey: algo como “Puxa vida!”

Im Yirtsê Hashem: Se D-us quiser

Bessiata dishmaia: (em aramaico) Com a ajuda de D-us

Beezrat Hashem: Com a ajuda de D-us

Hashem Yshmerêhu Veyichayêhu: Que D-us lhe guarde e lhe dê vida (berachá que se escreve depois de mencionar o nome de um judeu)

Hakadosh Baruch: O Santo, Bendito Seja (maneira de se referir ao Criador do Universo)

Z”l – Zichronô livrachá: De abençoada memória (usada após a menção do nome de um judeu falecido)

Zecher tsadik livrachá: a memória de um justo é abençoada (expressão usada após a menção do nome de um tsadik falecido)

Chass ve shalom ou chass vechalila: D-us nos livre

Chaza’l – Chachamêino, Zichronam livrachá: nossos sábios, de abençoada memória (modo de se referir aos sábios judeus da época da Mishná e do Talmud)

Yishmerêhu Tsurô Vegoalô: Que D-us lhe guarde (uma berachá que se escreve após mencionar o nome de um judeu)

Mazal Tov!: Boa sorte! Viva!

Boker Tov: Bom dia

Laila Tov: Boa noite

Segulá: Superstição, costume


Blineder: Sem promessa

Id, Yehudi: Judeu

Tzniut: Recato, geralmente associado à roupa, por exemplo: “vestir-se com tsniut”

Ayin hara: Inveja, olho-grande


Shmirat hlashon: Fala correta, sem maledicência

Lashon hara: Fofoca, maledicência.

Postar um comentário

3 Comentários

Tiago deon13 disse…
porqu ninguem responde uma coisa krl
Tiago deon13 disse…
porqu ninguem responde uma coisa krl