Humor Judaico


Coisas Judaicas - Humor
Samuel Hoffman, escritor:
"Para cada mulher que faz um homem de bobo, há outra mulher que faz de um bobo um homem."

Primeiro judeu: "Minha mulher me pede dinheiro todos os dias!"
Segundo judeu: "O que ela faz com esse dinheiro?"
Primeiro judeu: " Como é que eu vou saber? Eu nunca dei."

O sujeito encontra um amigo judeu e diz:
"É verdade que todo judeu sempre responde uma pergunta com outra pergunta?"
"Quem foi que te falou essa besteira?"

Um adolescente tirou carteira de motorista e foi acertar com o pai, um rabino,
como poderia usar o carro da família. 
O rabino estipulou as condições:
"Antes de qualquer trato, você tem que trazer boas notas, estudar a Torá e cortar o cabelo."
Um mês depois, o jovem tornou a conversar com o pai, que lhe disse:
"Estou orgulhoso por suas notas, por seus novos conhecimentos da Torá, mas falta cortar o cabelo."
O rapaz argumentou: "Sabe, pai, Sansão tinha cabelos compridos, Abraão também, e até Moisés tinha cabelos compridos."
Resposta do rabino: "Certíssimo! E todos eles andavam a pé".

De Michael Todd, produtor de cinema: "Dinheiro só é importante quando a gente não o tem.""

Primeiro judeu: "Por que você não dá emprego ao Samuel?"
Segundo judeu: "Porque há muitos anos ele foi noivo da minha mulher e rompeu o noivado.
Eu nunca emprego alguém mais inteligente que eu."

O filho telefona para a mãe judia: "Alô, mamãe, tudo bem?"
Ela responde: "Tudo muito bem. Ótimo!"
O filho: "Desculpe, é engano."

Num banco de praça de Nova York , um velho judeu lê o jornal Nation of Islam, publicação anti-semita editada por Louis Farrakahn.
Outro judeu se aproxima e lhe diz indignado: "Por que você está lendo esta porcaria em vez de ler o Jewish Journal?"
O primeiro responde: "O Jewish Journal só publica reportagens sobre anti-semitismo, 
terrorismo em Israel , problemas e mais problemas do povo judeu no mundo inteiro.
Este jornal aqui, não. Diz que os judeus estão abarrotados de dinheiro, que os judeus controlam os bancos, que controlam a mídia, que controlam Hollywood... Muito melhor ler boas notícias!"

Três caçadores, um inglês, um francês e um israelense, são presos por uma tribo de canibais.
O chefe canibal manda ferver água em três caldeirões e informa aos prisioneiros que cada um tem direito a um último pedido.
O inglês pede um gole de uísque e é atendido.
O francês pede uma taça de champanhe e também é atendido.
O pedido do israelense se revela insólito: "Quero que você me cuspa na cara".
Apesar de surpreso, o chefe canibal concorda e age. Logo em seguida, o israelense tira uma pistola que mantém escondida num bolso falso da calça, dá um tiro no chefe, que morre na hora, enquanto toda a tribo foge apavorada.
O inglês e o francês se indignam: "Mas, se você tinha uma arma escondida, como permitiu que chegássemos a uma situação tão extrema?"
O israelense responde: "Se eu começasse logo atirando, vocês me chamariam de  agressor".

Postar um comentário

0 Comentários