23 de out. de 2008

Jovens judeus 'peregrinam' à Flórida por Obama

Em iídiche, schlep' significa 'viagem feita com esforço

Logotipo da campanha 'Grande Schlep'


Um movimento que começou como brincadeira está convocando jovens judeus americanos a viajarem até a Flórida para convencer seus avós a votarem no candidato democrata à presidência, Barack Obama, nas eleições de 4 de novembro.

O movimento começou com um vídeo da comediante Sarah Silverman divulgado

na internet e que já foi visto por milhões de pessoas.

"Se vocês soubessem que uma visita aos seus avós poderia mudar o mundo,

vocês o fariam? Claro que sim. Seria estúpido não fazer", afirma Silverman

no vídeo divulgado no começo de outubro.

Com o apoio do Conselho Judeu de Educação e Investigação, a chamada de

Silverman acabou gerando a campanha conhecida como "A Grande Schlep",

que conta com um site na internet e uma comunidade virtual em que os

participantes podem contar suas experiências.
"Schlep" é a palavra em ídiche que significa "viagem feita com esforço".

O objetivo é convocar os jovens judeus americanos para uma "Grande Schlep"

até o Estado da Flórida.

Temor por Israel

Segundo as pesquisas Obama e o republicano John McCain estão concorrendo

cabeça a cabeça na Flórida, um estado tradicionalmente republicano.

Os 600 mil votos de cidadãos judeus do sul do Estado

(a segunda maior comunidade do país), a maioria deles aposentados

que vieram de outros Estados, poderiam fazer diferença para Obama.

A "Grande Schlep" ocorre em um contexto difícil para Obama.

Segundo analistas, muitos judeus temem que Obama poderia mudar a política

dos Estados Unidos em relação a Israel - mesmo depois de o candidato ter

afirmado que não fará mudanças drásticas. A história pessoal do democrata

também aumenta as preocupações dos eleitores judeus.

Os fatos de o segundo nome de Obama ser Hussein, um nome muçulmano, e

que parte de sua educação ter sido na Indonésia (o país com maior número de

muçulmanos no mundo) não contam a favor do democrata junto aos judeus

do país, de acordo com analistas.

'Provocar um sorriso'

Ari Wallach um dos organizadores do "Grande Schlep", afirmou à BBC

que "esta é a eleição mais importante de nossas vidas. Queremos uma

idéia que provoque um sorriso, mas gostaríamos é que as pessoas conversassem".


Na página ca campanha, os "peregrinos" podem encontrar uma lista de "assuntos" que os netos podem conversar com os avós para convencê-los a votar em Obama.

Entre eles: "a biografia de Barack Obama", "Obama ama Israel e você

também", "é negro: vamos falar sobre isso" e "previdência social".

Apesar do entusiasmo dos schleppers, alguns demonstram mais cautela

quanto à estratégia.

Segundo o jornal britânico The Daily Telegraph, o "Schlep" não conseguiu

muitos seguidores: apenas um em cada 200 membros do grupo

do "Grande Schlep" na página de relacionamentos Facebook

chegou a viajar para a Flórida.

Milhões já viram o vídeo com a 'convocação' de Sarah Silverman

Milhões já viram o vídeo com a 'convocação' de Sarah Silverman

Até a própria Sarah Silverman não viajou e também não tem avós no Estado.

Além disso, os democratas não são os únicos buscando o voto judeu

com iniciativas originais e na comunidade virtual.

Existem grupos de "Judeus por McCcain", blogs e comunidades

na internet que tentam convencer os judeus a votarem no candidato republicano.

Em uma destas páginas, Max Broxmeyer, diretor nacional

da organização Jewish Advisory Coalition, afirma que McCain

demonstrou de forma consistente "um grande amor por Israel".



--
Magal
Visite http://www.correioregional.com/

SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos