• Ultimas

    Coisas Judaicas

    O Blog judaico

    17/04/2008

    Chag Pessach Sameach



    Chag Pessach Sameach
    Neste ano, o dia 14 de Nissan, véspera de Pessach, cai no pôr-do-sol do dia 19 de abril, um sábado. Isto significa que o primeiro Seder vai ser realizado imediatamente após o término do Shabat e, por este motivo, há algumas modificações nos preparativos.




    - Quinta-feira, 17 de abril – 12 de Nissan


    Jejum dos primogênitos


    Normalmente este jejum é realizado na véspera de Pessach, mas por ser Shabat ele é antecipado para quinta-feira. Costuma-se participar de um término de um tratado do Talmud para isentar-se dele.



    Bedicat Chametzbusca do chametz


    A procura do chametz é feita na quinta-feira, depois de escurecer (depois da oração de Arvit), em todos os locais onde porventura tenha sido introduzido chametz durante o ano. Antes de fazer a vistoria deve-se guardar num único lugar o chametz necessário para as refeições da noite de Shabat e da manhã de Shabat. Deverá escolher-se, também, um lugar onde o mesmo possa ser consumido para que não sejam espalhadas migalhas. Não há nada de diferente nessa procura, quando comparada a outros anos. Antes de iniciar o Bedicat Chametz, recite a bênção Al Biur Chametz, e depois da verificação, declara-se a sua anulação através do trecho Cal Chamirá.



    - Sexta-feira, 18 de abril – 13 de Nissan
    Shetar harshaávenda do chametz


    A Shetar harshaá (venda do chametz) é praticada pelo rabino. Será efetivada na manhã de sexta-feira. Portanto, a procuração para a venda do chametz deve ser entregue a um rabino até a tarde de quinta-feira. Tradicionalmente, após guardar o chametz num quarto fechado ou num congelador trancado é dada autorização ao rabino para a venda do nosso chametz. Assim o chametz deixava de pertencer ao judeu. A venda do chametz on-line estará disponível no site da Revista Morashá: http://www.morasha.com.br/.

    Biyur chametz queima do chametz


    Todo o chametz, com excepção da Chalá é queimado na sexta-feira, no mesmo horário de uma véspera de Pessach comum, ou seja, até às 10h30m. Neste ano, não se fala o trecho Cal Chamirá logo após a queima do chametz. Só poderá ser recitado no Shabat pela manhã.Preparando-se para o Seder Na sexta-feira, a cozinha deverá estar devidamente "casherizada", pois este processo não pode ser feito no Shabat. Todos os preparativos do Seder de Pessach devem ser feitos na sexta-feira (antes do Shabat), pois quaisquer desses preparativos – charosset, água salgada, zeroá, e os demais componentes não podem ser realizados no Shabat. Nesta sexta-feira à noite faz-se Kidush, netilat yadáyim e come-se a chalá ou pão. Isto será feito em pratos descartáveis num ambiente diferente.Logo após limpar os restos de pão, a refeição pode ser feita nos pratos de Pessach. Pode-se comer matzá até um dia antes do Seder. À véspera de Pessach, é permitido comer Matzá ashirá (matzá de ovo). A matzá shemurá é usada nas duas noites do Seder. Alguns a usam durante toda a festa.

    - Sábado, 19 de abril – 14 de Nissan
    Na manhã de sábado (véspera de Pessach), é proibido ingerir pão após as 9h30m. Também não se pode comer matzá antes do Seder. Por isto, neste Shabat pela manhã, as orações na sinagoga devem ser feitas bem cedo, para não transgredir os regulamentos referentes ao chametz. Assim, haverá tempo suficiente para voltar para casa, fazer o Kidush e conseguir comer o cabetzá (59g) de pão antes das 9h30 (de preferência em pratos descartáveis). Após esta refeição, limpamos todo o local onde se comeu chametz. Seus restos devem ser jogados fora, no vaso sanitário. Após ter comido e descartado o chametz, podemos recitar o Cal Chamirá.



    PREPARANDO A MESA
    No Seder, prepara-se a mesa da seguinte forma: numa bandeja colocam-se três matzot, que representam os três grupos de judeus: Cohanim, Leviim e Israel. Ao lado dessas matzot, colocam-se os seguintes símbolos:

    Zeroá

    Pedaço de osso do cordeiro ou ovelha, que se coloca na parte superior, à direita da bandeja. Este osso simboliza o poder com que D us nos tirou do Egito e o cordeiro nos lembra o cordeiro pascal, sacrificado no Templo.

    Betsá

    Ovo cozido, colocado na parte superior à esquerda da bandeja, simboliza uma lembrança do sacrifício que se oferecia em cada festividade.

    Marór

    Erva amarga, colocada no centro da bandeja, simboliza o sofrimento dos judeus escravos no Egito. Usa-se escarola, verdura mais amarga que alface.

    Charósset

    Mistura de nozes, amêndoas, tâmaras, canela e vinho. Colocada na parte inferior à direita da bandeja, representa a argamassa com a qual os judeus trabalhavam na construção das edificações do faraó.

    Karpás

    O salsão, colocado embaixo, à esquerda. Essa verdura, molhada em vinagre ou água salgada, serve para dar o sabor do Êxodo. Lembra o hissopo (Ezov) com o qual os israelitas aspergiram um pouco de sangue nos batentes de suas casas, antes da praga dos primogênitos.

    ChazéretEscarola. Coloca-se sob o Marór.Além disso, colocam-se na mesa:Um recipiente com água salgada, em que se mergulham as verduras. Lembra o mar. Uma taça de vinho para cada um dos presentes. O conteúdo mínimo de cada taça é de 86ml (valor numérico de Kos = copo).
    O SEDER

    Durante o Seder, quem conduz a ceimônia deve obedecer a seguinte ordem:Kadeshfazer o kidushO Seder começa com o kidush feito sobre um copo de vinho cheio. Cada um dos presentes tem obrigação de beber no decorrer do Seder quatro copos de vinho, contendo cada um pelo menos 86 mililitros. Estes quatro copos lembram as quatro expressões de salvação mencionadas na Torá:
    "...E vos tirarei do Egito... e vos salvarei da escravidão... e vos redimirei com braço estendido... e vos tomarei para mim como povo..."Ao terminar de recitar o kidush, cada um dos presentes bebe o primeiro dos quatro copos, reclinando-se sobre o lado esquerdo, como expressão de liberdade.

    Textos retirados:


    Um comentário:

    Magal disse...

    Que O Eterno nos proteja e nos dê a paz tão desejada

    Comida Judaica

    Cultura

    Turismo