Últimos Posts

13/12/2019

Tsedacá na verdade significa  justiça

Tsedacá na verdade significa justiça

     
     
15 coisas para você saber sobre a tsedacá

1 – Tsedacá significa honestidade

A palavra hebraica para caridade é tsedacá, que na verdade significa “justiça” ou “honestidade”. Há uma importante nuance aqui. Na filosofia judaica, dar para as pessoas necessitadas não é algo extra; é simplesmente o correto, a coisa honesta a fazer. Nosso dinheiro não é nosso. Pertence a D’us, que graciosamente o confiou a nós. É correto para nós distribuí-lo como Ele deseja, partilhando com Seus filhos necessitados.

2 – A pushka (caixa de caridade) é a marca do lar judaico

No Templo Sagrado em Jerusalém, havia uma câmara designada (chamada lishkat chasha-in, “a câmara dos discretos”) onde as pessoas podiam depositar dinheiro para os pobres. Aqueles que estavam passando por tempos difíceis podiam entrar ali e receber sustento numa maneira respeitável.1 Nos séculos recentes, aquela tradição persiste nas caixas de tsedacá (pushkes em iídiche) que estão nos lares judaicos em toda parte.

3 – Tsedacá pode ser bens ou serviços

Está com pouco dinheiro? Prepare uma refeição para um vizinho idoso, visite algum doente, ou se ofereça como voluntário na escola de seu filho. Os sábios nos ensinam que até uma pessoa pobre que subsiste com a caridade dos outros deveria realizar atos de caridade.2 Cada um de nós tem algo para contribuir com os outros: tempo, experiência, atenção, ou até um simples sorriso.

4 – Doar em círculos concêntricos

Doe tsedacá para os necessitados, escolas e instituições judaicas, e causas humanitárias. O Código da Lei Judaica oferece algumas orientações para determinar onde doar primeiro. Um membro da família que está em dificuldades financeiras tem precedência sobre não-familiares. Da mesma forma, pobres e organizações de caridade locais têm precedência sobre outros mais distantes. E causas de caridade em Israel têm precedência sobre caridades não locais na Diáspora.3

5 – Tsedacá para Israel é Especial

Apoiar os pobres da Terra Santa tem uma longa e orgulhosa história. Desde o Século 16, as comunidades judaicas na Terra Santa têm enviado mensageiros para coletar fundos dos seus irmãos na Diáspora. Esses mensageiros com frequência eram rabinos sábios que eram instruídos em Torá, mas também possuíam os recursos necessários para permanecerem a salvo na longa e traiçoeira jornada ao exterior.
Chabad tem angariado fundos para os judeus da Terra Santa desde 1788, fazendo do Colel Chabad a rede mais antiga operando continuamente em Israel. Dinheiro coletado para os pobres de Israel está frequentemente associado com Rabi Meir Baal Haness.L

6 – A Caridade salva da morte

Caridade é tão potente que pode salvar uma pessoa da morte. O Talmud ilustra isso com a história de um cortador de palha que estava destinado a morrer por uma picada de cobra mas sobreviveu pelo mérito do pão que ele partilhava com um colega de trabalho pobre.

7 – Doe tsedacá antes de rezar

É costume fazer caridade antes de rezar. Isso é baseado no ensinamento talmúdico: “Os caminhos de D’us não são como os caminhos dos mortais. Como é entre os seres humanos? Se um homem leva um presente para um rei, pode ser aceito ou não. Mesmo se for aceito, ainda é uma dúvida se ele será ou não admitido à presença do rei. Não é assim com D’us. Se uma pessoa doa até uma pequena moeda a um mendigo, é considerada merecedora de receber a Divina Presença, como está escrito: ‘Contemplarei tua face em tsedek (caridade)’”. Da mesma forma, diz o Talmud, Rabi Eleazar costumava doar uma moeda para um pobre imediatamente antes de rezar.

8 – Doe tsedacá antes de acender as velas

Pouco antes de mulheres e meninas acenderem velas na tarde da sexta-feira para receber o Shabat, é costume doar para caridade. Como nenhuma caridade pode ser dada no dia do Shabat, (quando dinheiro não é manuseado), uma soma extra é dada com antecedência.

9 – As pessoas gostam de doar em múltiplos de 18

Quando doam para caridade, os judeus com frequência escolhem doar em múltiplos de 18, como 36, 54, 72, etc. Isso é porque chai, a palavra hebraica para vida, tem o valor numérico de 18. Portanto R$ 180, por exemplo, é chamado “dez vezes chai”. Isso expressa nossa prece de que o mérito da caridade seja para o bem, e que sejamos abençoados com vida e prosperidade.

10 – Você pode fazer acordos com D’us

Embora seja preferível dar caridade “porque sim”, os sábios dizem que aquele que doa por mérito de seu filho é considerado perfeitamente justo. 
Além disso, D’us nos assegura que ao doar 10% dos nossos ganhos para caridade iremos prosperar, e até nos convida a pô-Lo à prova. Nas palavras do profeta Malachi, “Leve todo o dizimo à casa, e haverá comida em minha casa. Teste-Me nisso,” diz D’us, “e veja se Eu não abrirei os portões do Céu e derramarei tantas bênçãos que não haverá espaço suficiente para guardá-la.” 7

11 – Maimônides identificou oito níveis de caridade

Maimônides lista oito níveis de doação.8 O mais alto é aquele que faz um empréstimo, permitindo ao recebedor sustentar-se com sua dignidade intacta. O mais baixo é aquele que doa de má vontade.

12 – Dez (ou vinte) por cento é melhor

Na época do Templo, todo fazendeiro judeu doava 10% da sua produção para os Levitas. Um segundo 10% era às vezes levado a Jerusalém como um tributo a D’us e em outras vezes distribuído aos pobres, dependendo do ano. Havia também quantias menores doadas aos Cohanim (Sacerdotes).
Da mesma forma, os sábios determinaram que é correto doar 10% dos nossos ganhos à caridade. Aqueles que puderem deveriam se esforçar para doar 20%. Isso é conhecido como maser, “um décimo”, e chomesh, “um quinto”. 

13 – Comida é melhor que dinheiro

Refletindo a tradicional divisão de deveres, o Talmud aborda a asserção da esposa de Mar Ukva de que a caridade de uma mulher é maior quer aquela de seu marido. Embora ele somente possa dar dinheiro (com o qual alimentos e outras necessidades podem ser comprados), a mulher está na posição de doar uma refeição pronta, que pode ser apreciada imediatamente. Embora muitas mulheres hoje em dia não fiquem muito tempo na cozinha, a lição é clara: torne sua caridade acessível e fácil de usar, sem nada que atrapalhe.

14 – Tsedacá aproxima a Redenção

“Mantenha a justiça e pratique tsedacá, pois Minha salvação está para chegar, e Minha benevolência a ser revelada”. Diz o Profeta Yeshayáhu: “A partir disso, os sábios ensinam que ‘notável é a tsedacá, pois traz a redenção.’”

15 – Tsedacá é fácil

Tsedacá é uma mitsvá fácil que não exige experiência anterior. Apenas pegue sua carteira, cartão de crédito ou smartphone, e direcione u valor investindo em uma causa de caridade na qual você admira e/ou se identifica.



Blog Judaico 
Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.









Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.




Vayshla'h

Vayshla'h

     Nossa Parashá no YouTube

A Reza de Yaakov https://youtu.be/Vi9-JADFgLg
Os Reis de Edom  https://youtu.be/2DwS4S13SOw
Vayshla'h https://youtu.be/vIjX4OoAmZc
(Nossa "Torá para Jovens de 12 à 120 anos" é feita no mérito da elevação da Alma de Feigue bat Reb Shulem Guttmann)
Vayshla'h

Nossa Parashá nos conta que Yaakov mandou anjos para Essav que vivia na terra de Seir no país de Edom. Ele pediu para esses anjos explicarem para Essav que Yaakov morou com Lavan e mesmo assim continuou cumprindo todos os mandamentos Divinos, e agora está voltando e quer se reconciliar com Essav

Muitos Sábios do nosso povo tentam explicar que anjos eram esses que Yaakov mandou para Essav. Rabi Yehuda no Zohar explica que ao lado de cada um de nós se encontram permanentemente dois anjos que são o Yetzer Hatov e o Yetzer hará, e sendo que esses dois anjos são subjugados à nós, eles foram os anjos que Yaakov mandou para Essav

Aprendemos das conversas entre Rabi Yehudá Hanassí e Antoninus na Guemará,  que para acontecer uma gravidez é obrigatório que entre dentro dessas relação entre o homem e a mulher uma nova alma que vai fazer com que o óvulo fecundado se torne uma criança. 

Essa alma que entra no óvulo é a alma da criança e sem ela esse óvulo se desfaz, ela é que faz o óvulo se desenvolver, e quando a criança nasce entra nela o Yetzer hará que é a má inclinação

A explicação profunda para isso é que essa primeira alma que entra no óvulo é chamada de alma animal, e quando a criança nasce, a má inclinação da alma animal se revela, mas não antes da criança nascer

Quando um menino judeu faz treze anos ou uma menina judia faz doze anos, se revela neles uma Alma Divina que estava envolvendo essa criança até chegarem à essa idade.

Essa Alma Divina é uma parte de D'us, e quando alguém se converte ao judaísmo ela se revela nessa pessoa no dia da sua conversão, por isso está escrito "guer shemitgaier" (convertido que se converte) e não "goi shemitgaier" (um não judeu que se converte), porque essa Alma Divina já está envolvendo essa pessoa desde que ela nasceu, mas se revela somente no dia da sua conversão

O Yetzer Hatov que é a boa inclinação está ligado diretamente à Alma Divina e se revela na pessoa quando a Alma Divina se revela nela. Ou seja, no dia do nosso Bar Mitzvá (quando um menino judeu faz treze anos), no dia do Bat Mitzvá (quando uma menina judia faz doze anos), ou no dia que alguém se converte ao judaísmo. É como se essa pessoa tivesse nascido novamente, mas dessa vez no lugar de receber um Yetzer hará ao nascer recebemos um Yetzer Hatov

Então como pode Rabi Yehudá no Zohar ter dito que o Yetzer Hatov e o Yetzer hará são dois anjos? E não só isso, mas são os dois anjos que Yaakov mandou para Essav!

A explicação de Rabi Eliahu, o cabalista de Lissandra

Rabi Eliahu ben Refael Shlomo, um grande cabalista que foi durante cinquenta anos o Rabino chefe da cidade de Lissandra na Itália há 250 anos atrás analisou profundamente essa questão por todos os seus ângulos, e determinou que existe um anjo designado lá de cima para ajudar o nosso Yetzer Hatov e um anjo designado lá de cima para ajudar o nosso Yetzer hará, e foram esses anjos que Yaakov mandou para Essav

Assim conseguimos entender o que acontece quando alguém quer fazer uma coisa ruim e parece que ele recebe super poderes para fazer com que essa coisa ruim aconteça. E quanto mais quando queremos fazer uma coisa boa, vemos com  nossos próprios olhos que conseguimos fazer coisas boas muito além da nossa capacidade. 

Transformando o Yetzer hará em Yetzer Hatov

O Yetzer hará é um imediatista. Ele nos inclina a querer tudo perfeito e de imediato, "ou tudo ou nada", ele é a nossa má inclinação, o raciocínio do lado impuro. 

O Yetzer Hatov nos induz à ter paciência, a nos controlarmos, a fazermos tudo passo a passo e nunca ficarmos desanimados pelo fato de tudo o que queremos não acontecer imediatamente e do jeito que queremos. Ele é a nossa boa inclinação, o raciocínio do lado puro

Nosso trabalho é desanimar o Yetzer hará não dando à ele de imediato o que ele quer mesmo que seja uma coisa permitida, e dando para ele o que ele não quer depois de ter ficado emburrado e ter decidido que se ele não pode ter tudo então ele não quer nada. 

Ou seja, não dê para ele tudo na hora que ele quer tudo, mas dê para ele o necessário na hora que ele já não quer mais nada de pirraça, isso é chamado de "itkáfia". Assim você domina o Yetzer hará e consequentemente o anjo que está por trás dele. 

Você subjuga o seu Yetzer hará para o seu Yetzer Hatov e os superpoderes dele viram à seu favor. O anjo do Yetzer hará também se torna um anjo do bem e você fica com superpoderes em dobro

E por isso Yaakov mandou esses dois anjos para Essav, para contar para Essav que Yaakov morou com Lavan, o maior feiticeiro do mundo, e mesmo assim continuo cumprindo todos os mandamentos Divinos. Yaakov está mostrando dessa maneira para Essav que é possível fazer isso, transformar o Yetzer hará em um aliado do Yetzer Hatov,  dando à Essav a sugestão de fazer isso também

Os anjos voltaram com a notícia de que Essav não se interessou em mudar o seu comportamento e se comportar como irmão de Yaakov, mas continua se comportando como Essav o criminoso, e pior do que isso, essa proposta dos anjos teve efeito contrário e despertou Essav à vir com 400 homens da sua confiança assassinar Yaakov

Porque Yaakov mandou esses anjos tão longe, para a terra de Seir, no risco de despertar Essav que estava vinte anos quieto? Diz o Zohar que Yaakov avaliou que Essav não faria nada para ele enquanto seu pai estivesse vivo, e por isso agora era a oportunidade de reconciliar com ele antes que Itzhak falecesse. O efeito foi contrário, e agora Essav estava disposto a assassinar Yaakov mesmo durante a vida do seu pai

A Reza de Yaakov

Yaakov rezou para Hashem e pediu para Hashem salvar ele do seu irmão, de Essav, para que Essav não venha e assassine as mães e as crianças. 

Aprendemos de Yaakov como devemos rezar

Yaakov não começou a sua reza diretamente fazendo o seu pedido, mas primeiro ele fez elogios para Hashem e depois fez o seu pedido explicando detalhadamente o que ele quer e o motivo que ele está pedindo isso

Quando Moshe Rabeinu rezou por Miriam ele disse só cinco palavras: "Por favor Hashem cure ela por favor (em hebraico são só cinco palavras). Mas lá o motivo para isso era para que as pessoas não pensassem que pelo fato de ela ser sua irmã  ele está aumentando tanto a reza, e por isso ele resumiu a sua reza ao máximo

Mas aqui Yaakov nos revela como devemos rezar. Em primeiro lugar ele faz elogios para Hashem como uma criança que antes de pedir alguma coisa para o pai diz para o pai que ele é o melhor pai do mundo. Depois Yaakov pede para Hashem salvá-lo de seu irmão, de Essav, e logo após explica o motivo do seu pedido, para que Essav não venha e assassine as mães e as crianças, mas em nenhum momento Yaakov pede para Hashem dar algum castigo para Essav

Assim também devemos fazer os nossos pedidos para Hashem, como Yaakov. 

Yaakov pediu para Hashem salvá-lo de Essav. Não pediu para que caia um raio na cabeça de Essav e nem uma chuva de meteoros sobre os quatrocentos homens que vieram ajudá-lo. Não deu para Hashem nenhuma idéia de como salvá-lo de Essav e de que forma isso deveria ser feito

Os anjos do tribunal Divino já fazem essa contabilidade lá em cima e já determinam o castigo que cada um tem que levar, a nossa função não é essa. Hashem sabe exatamente como nos salvar e não precisa das nossas sugestões, nós devemos sempre focar as nossas rezas no que nós precisamos, e nunca fazer sugestões do que deve ser feito para quem está nos prejudicando

Pior ainda, quando pedimos para Hashem dar um castigo para alguém, nossa ficha lá em cima é aberta para verificar se somos melhores do que a pessoa que queremos castigar, e sendo que essa ficha inclui reencarnações anteriores e estamos pessoalmente pedindo para que a pessoa que fez uma certa coisa receba um castigo, se essa mesma coisa foi feita por nós em uma reencarnação anterior o primeiro a receber o castigo somos nós, por isso dizem nossos Sábios que quem pede um castigo para o outro ele é o primeiro a receber esse castigo

Então vamos fazer como Yaakov. Rezar para Hashem nos salvar de Essav sem dar sugestões do que poderia ser feito para Essav, isso já é problema do tribunal Divino. Nós devemos sempre nos focar no bem, pedir para Hashem nos salvar, mandar presentes para Essav e até nós preparar para uma guerra, mas sempre focados no que nós precisamos, e nunca no que precisa ser feito para o outro
❤ שבת שלום ❤
Rabino Gloiber
❤💗❤💗❤💗❤💗❤💗❤💗❤💗
Nossos agradecimentos à nossas queridas voluntárias e à todos vocês que lêem a nossa Parashá
Que Hashem dê à eles e à todos vocês muito sucesso, muita saúde, muito dinheiro e felicidades judaicas de toda a família
🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹
Nossa Parashá é dedicada à Refuá Shlemá de
Meu querido Mashpia
Alter Shneor Zalman ben Guitel Léa
(Rabino Slonim)
יוסף בן רג'ינה
אליס בת שרה
🌷❤🌷❤🌷❤🌷❤🌷❤🌷❤🌷❤

הפרשה שלנו מוקדשת לעילוי נשמת 
חנה דינה בת גרציעלה מירים
ניסים בן ויקטוריה
יעקב בן יוסף ושרה חלאק ז''ל נלב''ע י''ט אייר
גרשום בן עקיבא רבינוביץ ז''ל ב' אלול
מרדכי בן שרה הכהן דואק ז''ל נלב''ע כ''ו תמוז
אסתר בת אולגה שמאע ז''ל נלב''ע י''א כסלו תשנ''ה
חיים בן שפיאה נאצר ז''ל נלב''ע י''ז שבט תשס''ב
מזל בת אסתר נאצר ז''ל נלב''ע ה' סיון תשמ''א
דניאל בן ישראל יצחק
Tema Bas Chaya ita
תהיה נשמתם צרורה בצרור החיים
🌴🌴🌴🌴🌴🌴🌴🌴🌴

❤ Não se esqueça de acessar e compartilhar os nossos canais❤ 

https://www.youtube.com/user/Gloiber18

https://www.instagram.com/rabino.gloiber/
https://www.instagram.com/ong_tora/

Podcast https://castbox.fm/va/2185823

https://facebook.com/gloiber

www.RabinoGloiber.com

https://rabinogloiber.com/pergunte-ao-rabino/


https://www.youtube.com/watch?v=vIjX4OoAmZc&feature=youtu.be  

🌹🌹🌹🌹🌹🌹



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.