Festival de cinema israelense exibe filmes premiados no Cine OlympiaA Banda, de Bikur Ha-Tizmoret (2007) - 02/12 (sábado)- 17h30
A Banda Cerimonial da Polícia de Alexandria, chefiada pelo exigente e recatado Tawfiq, viaja do Egito para Israel, para tocar na inauguração de um centro cultural árabe. Após um mal-entendido no aeroporto, tomam o ônibus errado e se veem obrigados a passar a noite, sem dinheiro, numa comunidade isolada. Dina, falante e desinibida, é a dona do restaurante local e lidera a iniciativa de abrigar os visitantes inesperados – e é aí que o choque entre as culturas começa. A produção venceu o Prêmio da Juventude no Festival de Cannes.
Classificação indicativa: Livre para todos os públicos | Gênero: Comédia | Duração: 87 min.
Ficha-técnica: Direção: EranKolirin | Elenco: Sasson Gabai, RonitElkabetz, SalehBakri
As Medusas - 03/12 (domingo) - 17h30
O filme acompanha três mulheres em Tel Aviv, cujas histórias se cruzam de forma a compor um retrato inusitado da vida moderna em Israel. Batya, uma garçonete em festas de casamentos, se depara com uma criança muda que aparentemente surge do mar. Keren quebra a perna saindo do banheiro, trancado por acidente, em seu próprio casamento, arruinando a lua de mel dos seus sonhos. Joy, uma doméstica filipina, precisa se comunicar com seus empregadores mesmo sem falar a língua local. Imagens poéticas desenham as conexões entre as vidas dessas mulheres, que encontram consolo no mar. O filme foi vencedor do prêmio Camera d’Or no Festival de Cannes
Classificação indicativa: 12 anos | Gênero: Drama | Duração: 78 min.
Ficha-técnica: Direção: ShiraGeffen e EtgarKeret | Elenco: Sarah Adler, NikolLeidman, Gera Sandler
A Fogueira, de Joseph Cedar (2004) - 05/12(terça-feira) - 18h30
Na Jerusalém de 1981, Rachel (MichaelaEshet), viúva há um ano, está inclinada a aceitar as propostas de encontros feitas por Shula (Edith Teperson), cujo marido (AssiDayan) está organizando o grupo fundador para um assentamento judaico. O primeiro encontro de Rachel é com um homem gentil, o cinquentão Yossi (em uma brilhante interpretação de MosheIvgy, um dos principais atores de Israel).Embora fique claro para o espectador que eles são perfeitos um para o outro, ela ainda é iniciante no quesito encontro amoroso, e ele, velho demais nessa questão, o que impede que eles vejam algo além da amizade.Enquanto isso, Rachel tenta fazer parte do grupo religioso que prepara o assentamento. Sendo uma mulher solteira em uma sociedade tradicional, ela não se sente confortável com seu status.Cedar mostra que para muitos dos colonos israelenses fundadores, o principal motivo não era o fervor religioso, mas um bem imóvel disponível - um bom lugar para se criar uma família.
Prêmios: 2004 – IsraeliFilmAcademy - OphirAward por melhor diretor, melhor filme, melhor roteiro, melhor atriz coadjuvante (HaniFurstenberg)
Berlin Intl –Prêmio Don Quixote
Chicago – Prêmio FIPRESCI
O Décimo Homem, de Daniel Burman - 06/12 (quarta-feira) - 18h30
Ariel (Alan Sabbagh) é um rapaz que se tornou um bem-sucedido economista de Nova York - depois de se mudar da Argentina, onde vivia com seu pai, famoso em seu antigo bairro por gerenciar uma organização de caridade. Quando sua família o convida para retornar ao lar para uma festividade, ele irá se surpreender com as diferenças entre sua nova vida e as antigas tradições dos seus parentes.
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião