Inacreditável: Dois oficiais do alto escalão saudita estiveram em sinagoga de Paris
Oficiais sauditas visitam a Grande Sinagoga de Paris, França (//Divulgação)
Visita incomum de sauditas a sinagoga é vista como aceno a Israel

Dois oficiais do alto escalão saudita estiveram em sinagoga de Paris; conflito com o inimigo em comum Irã tem aproximado os dois países

A aproximação entre a Arábia Saudita e Israel, países que sequer mantêm relações diplomáticas, ganhou um capítulo inesperado nesta semana. Dois oficiais do alto escalão saudita visitaram a maior sinagoga de Paris acompanhados do principal rabino da França, de acordo com o jornal israelense Jerusalem Post. A visita, de acordo com um rabino “surpreso” envolvido no episódio, “foi a primeira vez” dos convidados sunitas em um centro judaico.

Mohamed al-Issa, ex-ministro da Justiça na Arábia Saudita e atualmente secretário-geral da Liga Muçulmana, organização saudita responsável por propagar a linhagem sunita do Islã pelo mundo, e Khalid bin Mohammed, ex-ministro de Educação do reino e atualmente embaixador do país na França, estiveram nesta segunda-feira na Grande Sinagoga, localizada na capital francesa. 

Aos oficiais, rabinos explicaram o significado dos ornamentos no templo e dos textos da Torá.

“Foi algo muito empolgante”, disse Moshe Sebbag, rabino encarregado do centro, que revelou ao Jerusalem Post que os oficiais sauditas “nunca estiveram em uma sinagoga”. “Fiquei muito surpreso que eles vieram”, comentou o religioso sobre o episódio, visto como mais um aceno dos sauditas a Israel no conflito contra o Irã, inimigo em comum dos dois países.
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

1 comments:

  1. Alianças podem sair de visitas informais.O povo judeu e os Sunitas tem um inimigo em comum.O Irã.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião