Yom Kipur, evento mais importante do calendário judeuCerimônia de Yom Kipur, evento mais importante do calendário judeu, ocorre nesta sexta-feira

Na celebração, as pessoas realizam orações, reflexão e perdão 

Dez dias depois do Ano-Novo no calendário judaico, os judeus celebram a data mais importante no judaísmo: o Yom Kipur, chamado Dia do Perdão. Neste ano, o feriado religioso ocorre a partir do entardecer desta sexta-feira (29) até o entardecer do sábado (30).
– É um momento de reflexão. A gente pede perdão por qualquer desvio que tenha ocorrido dentro desse ano que passou e se compromete a assumir uma nova postura – explica o vice-presidente da Federação Israelita do RS, Sebastian Watenberg.
Além disso, na celebração, judeus realizam orações e jejum. Durante 24 horas, a pessoa se retira do mundo material, de seus interesses e compromissos e se dedica somente às necessidades da alma e do espírito, explica Watenberg.
– O que eu acho mais bacana é tu dedicares um dia especificamente para isso. Poucas vezes ao longo do ano a gente tem tempo para refletir sobre as coisas. Então, tu teres essa oportunidade, de uma vez no ano, desconectar-se das coisas do cotidiano e se conectar consigo mesmo, é muito precioso – afirma Watenberg.
Uma frase utilizada por judeus neste dia é "que sejamos inscritos no Livro da Vida". Essa inscrição simbólica é um dos aspectos importantes da data.
– O Livro da Vida é um sentido metafórico de que o destino de cada um de nós será selado neste dia – conta o vice-presidente da Federação.
No Yom Kipur, os judeus realizam as atividades dentro das sinagogas do mundo inteiro. Nesta sexta-feira (29), representantes da Federação Israelita do RS participarão de uma cerimônia, a partir das 19h30min, na União Israelita, em Porto Alegre (Rua Dr. Barros Cassal, 750).
Em 20 de setembro, a comunidade judaica comemorou a chegada do ano 5.778 no calendário judaico, oficial em Israel e para os judeus em todo o mundo. 

Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião