Como podemos nos preparar para o Dia do Julgamento? Aqui você encontra dez coisas que pode fazer.
Rosh Hashaná está chegando
Como podemos nos preparar para o Dia do Julgamento? Aqui você encontra dez coisas que pode fazer.


Por que precisaríamos nos preparar para Rosh HaShaná? Rosh HaShaná é o dia do julgamento, quando o Todo-Poderoso decide sobre ‘Vida ou morte, saúde ou doença, pobreza ou riqueza’. Há sentidComo podemos nos preparar para o Dia do Julgamento? Aqui você encontra dez coisas que pode fazer.o em nos prepararmos para o dia do julgamento? Com certeza! No entanto, para muitos isto tem o impacto emocional equivalente a quando o seu cardiologista lhes diz que precisa perder peso para evitar um ataque cardíaco ou derrame… uma ótima ideia entre as refeições!
Há uma enorme vantagem em se viver em Miami Beach, nos EUA. Aqui é uma zona de furacões. Em maio recebemos as previsões para a estação: 21 tempestades tropicais, 11 ciclones e 7 grandes furacões. O Departamento de Meteorologia realmente tem meios de medir, correlacionar e prever o número e intensidade das tempestades. No início da estação de furacões começamos a estocar água engarrafada e baterias elétricas. Colocamos pilhas novas no rádio para constantemente ouvirmos as informações sobre a localização e intensidade das tempestades. Alguns até têm um mapa onde marcam a presente localização das tempestades no Caribe.
Por que viver numa zona de furacões é uma vantagem? Isto nos ensina uma lição muito importante: sejamos realistas com a vida! Em geral o Departamento de Meteorologia americano emite alertas com uma semana de antecedência. Sabemos então que em sete dias um furacão de potência 3 ou 4 atingirá a costa da Flórida. O que não sabemos – até talvez um dia ou mesmo algumas horas antes de sua chegada – é se irá atingir a NÓS.
O que acontece na semana da chegada de uma grande tempestade, ciclone ou furacão? As lojas de material de construção vendem todo o seu estoque de madeira compensada (usada para cobrir as janelas) e baterias. Elas até têm de trazer mais mercadoria dos estados vizinhos! O estoque de alimentos enlatados e água dos supermercados praticamente se esgotam. Muitos correm para comprar geradores elétricos para manter funcionando as luzes, geladeiras, freezers e ventiladores. Há uma correria louca de última hora porque O FURACÃO ESTÁ CHEGANDO!
Qual a diferença entre um furacão e Rosh HaShaná? O furacão TALVEZ atinja determinada área, mas Rosh HaShaná SEGURAMENTE irá tocar-nos!
Portanto, se acreditamos em D’us, que instituiu um padrão de comportamento e observância conforme a Torá e que irá julgar-nos, não faz sentido fazermos alguns preparativos para Rosh HaShaná? Pode apostar que sim!
Como podemos nos preparar para o Dia do Julgamento? Eis aqui:
10 COISAS QUE PODEMOS FAZER PARA NOS PREPARARMOS PARA ROSH HASHANÁ
1. Façamos um balanço espiritual. Diariamente, tomemos 5 minutos para revisar como foi o ano em relação a: (a) nosso comportamento com a família, amigos, sócios e pessoas com quem interagimos e (b) nosso nível de observância da Torá, ou seja, as nossas conquistas espirituais.
2. Compareçamos a palestras, leiamos artigos ou escutemos CDs e palestras sobre Judaísmo (www.karaguilla.com.br/ ou www.revistanascente.com.br).
3. Estudemos o Mahzór (o livro de preces para Rosh HaShaná) para conhecer a ordem e o significado das palavras e orações. (Disponível em http://sefer.com.br/sidur-e-machzor-completo/1/).
4. Asseguremo-nos de ter dado suficiente Tsedacá (caridade para os carentes) e que tenhamos pagado os nossos compromissos (todos devem dar 10% de suas ‘entradas’ líquidas para a Tsedacá). Consta no Mahzór que três coisas podem cancelar um mau decreto que possa ter sido decretado nos Céus sobre a pessoa: Teshuvá (arrependimento), Tefilá (orações) e Tsedacá (caridade). Por que não maximizarmos nossas chances de obtermos um bom decreto para o novo ano?
5. Pensemos sobre (pelo menos) uma pessoa que tenhamos enganado ou sentido uma inimizade contra ela – e corrijamos a situação.
6. Façamos uma lista de nossas metas para com nós mesmos e para com os nossos familiares: o que gostaríamos de fazer para melhorar (e depois rezar para que melhore).
7. Limitemos os nossos prazeres: a quantidade de videogames, filemes, músicas, etc. Façamos algo diferente para nos despertarmos e levarmos este tempo de preparação a sério. O livro “30 DIAS PARA A TESHUVÁ” pode ajudar imensamente.
8. Façamos um ato extra de bondade: “Quem precisa de nossa ajuda?” Procuremos alguém a quem possamos fazer uma diferença!
9. Leiamos algum livro sobre desenvolvimento do caráter. Os livros (em inglês) do Rabino Zelig Pliskin são excelentes! (disponíveis em www.artscroll.com/Authors/Rabbi_Zelig_Pliskin.html). Há também os nossos livretos anuais (em português) com palestras dos Rabinos Paysach Krohn e Yssachar Frand (peça em meor18@hotmail.com).
10. Peçamos a algum amigo para nos dizer o que precisamos fazer para melhorar. Um verdadeiro amigo dirá e o fará de modo agradável.

VOCÊ GOSTARIA DE PROPORCIONAR ÀS FAMÍLIAS CARENTES UM ROSH HASHANÁ MELHOR ?
Dezenas de famílias não têm condições de adquirir produtos básicos para Rosh HaShaná. As duas instituições abaixo estão se esforçando muito para prover vinho, halá, mel e outros produtos casher a estas famílias carentes. São instituições muito sérias e eu também as ajudo com dinheiro. Envie sua contribuição para:
UNIÃO O JUDAICA KEH HAYREIM – BANCO ITAÚ – AG. 0064 – C/C 44.122-3
Maiores informações com o Rabino Horowitz – tel: 011-3224-8639 – CNPJ: 05.112.407/0001-24
ORGANIZAÇÃO ISRAELITA O.I.S.E.R – BANCO BRADESCO – AG. 114 – C/C 79.589-5
Maiores informações com a Sra. Rivka – tel: 011-3082-1562 – CNPJ: 45.884.426/0001-93

“Pensamento”
“Uma pessoa boa é aquela que está tentando se tornar uma pessoa melhor!”

RABINO KALMAN PACKOUZ – Do Aish Hatorá, é o criador do Meór Hashabat, boletim semanal com prédicas. Saiba mais.
NOTA:- Desejando contribuir para o Meor Hashabat acesse o www.aishdonate.com – Email – meor18@hotmail.com

Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião