Rosh Hashaná 5778 - Shabat Shuva - Haazinu

Dedico nossa Parashá à nossa querida diretora Bátya Odessa
Que trabalha com toda a dedicação e empenho já há quase cinco anos atualizando diariamente nosso site www.ongtora.com , atualizando nossa fan page ONG TORÁ , e me representando no Facebook que leva meu nome. Nesse último dia de 5777 estamos orgulhosos de constatar que no ano passado, milhares de pessoas visitaram nosso site para aprender Torá, para se inspirar e se conectar à sua essência interior. Todos os dias, centenas de pessoas abrem nossas páginas a procura de informação, serviços e ajuda de um rabino. Uma está à procura de conselhos sobre seu casamento; outra quer começar a aprender Torá e não sabe por onde começar; e uma terceira está em viagem pela Ásia e precisa de dicas onde pode comprar alimentos casher ou passar Shabat, um jovem procurando uma Yeshivá em Israel , uma jovem procurando uma Midrashá , alguém querendo saber aonde comprar um livro Judaico e assim por diante. Nossa equipe , e em primeiro lugar nossa diretora Bátya Odessa está sempre disponível, fazendo o seu melhor para ajudar,orientar e dar todo suporte necessário para ajudar os judeus a se reconectarem com a sua herança. Parabéns Bátya, diretora nota dez (com louvor)!

Agradeço ao grande Rabino Avraham Biniamini , Rosh Yeshivá de Petrópolis que sempre lê a nossa Parashá (às vezes quilométrica) do começo ao fim me mandando profundas observações e sacrificando o seu precioso tempo para nos instruir, dando continuidade aos estudos que comecei em Petrópolis em 1977 antes de me mudar para Israel, demonstrando a dedicação e comprometimento de um Rabino com os seus alunos durante toda a vida.
Parabéns Rav Adi!


Aproveito essa oportunidade para comunicar a última errata que o Rav Adi me alertou sobre a matéria da Neshei Ong Torá da semana passada que de acordo com a linguagem do texto poderia se entender erroneamente que é permitido jejuar em Rosh Hashaná , o que não é permitido por ser Rosh Hashaná Yom Tov  temos a obrigação de comer nele do bom e do melhor (começando com o Kidush e a maçã com mel e também mergulhando a chalá no mel)
A Yeshivá de Petrópolis está fazendo uma promoção especial para Rosh Hashaná e Yom Kipur e vocês podem participar entrando em contato com o número do folder da Yeshivá de Petrópolis ou com o Sr Newton Levin projects@yeshivapetropolis.org.br


A pedido de muitos postamos novamente o atestado 5778 para liberação dos alunos e alunas judeus para festas judaicas que pode ser baixado por PDF diretamente do nosso site.



Esse atestado é feito para justificar faltas na escola para Shabat e Yom Tov (Imprimir e entregar para a diretoria). Para quem trabalha é importante saber que nessas datas também é proibido ir ao trabalho por motivos religiosos

Peça à sua secretária para colocar essas datas na agenda para não marcar reuniões nesses dias. Avise o RH do local onde você trabalha para descontar essas datas dos seus dias de férias ou faça um acordo de banco de horas para repor esses dias.


Coloquei nesse atestado somente as festas judaicas em que o trabalho é expressamente proibido nelas (em festas como Chanucá pode-se trabalhar normalmente).

Rosh Hashaná
Para todos os assuntos de Rosh Hashaná acesse ao nosso site

Haazinu
Nossa Parashá (que é a penúltima Parashá da Torá) está escrita de uma forma chamada "ariach al gabei ariach". Essa montagem de texto vem identificar que ela é uma música.

Um dos assuntos interessantes que ela nos conta é: "Lembre-se dos dias passados, olhe para os anos de cada geração e geração". Rashi traz duas explicações. 
A primeira é : "olhe para os anos de cada geração e geração", veja o que aconteceu com a geração de Enosh na qual o oceano surgiu pegando uma grande parte da terra, e a geração do dilúvio na qual o mundo afundou. Não seja um perdedor, não repita os erros dessas gerações. 

A segunda explicação é : Pense no futuro, veja o que você poderia estar ganhando ! D'us tem o poder de te dar coisas mega maravilhosas que são os tempos do Mashiach e o próximo mundo, faça certo e seja um vencedor! Um dos 13 princípios da fé judaica é que Mashiach vai chegar. Esse princípio consiste em que no fim do "Galut" (exílio) um descendente direto filho após filho do rei David e que se iguala ao rei David no estudo da Torá e no cumprimento das Mitzvot , constrói o Beit Hamikdash (Templo Sagrado de Jerusalém) no lugar sagrado onde hoje se encontra o Kotel, vence as guerras de Hashem e traz todos os judeus de volta para a terra de Israel. Fazendo isso ele se  torna o Mashiach que em hebraico quer dizer simplesmente o "rei ungido", (sendo que ele é um descendente direto do rei David que foi ungido rei de Israel pelo profeta Shmuel não precisa de uma segunda unção para ser o rei de Israel mas herda a unção do rei David). 

Daqui aprendemos que a solução para o exílio não é um presidente eleito mas sim o Mashiach. A Guemará em Sanedrin nos conta que os alunos dos grandes Sábios que estavam dentro desse critério, ou seja, eram descendentes do rei David e eram grandes como ele no estudo da Torá e no cumprimento das Mitzvot, diziam que o Rebe (mestre em hebraico) deles era o Mashiach. Com isso queriam dizer que , caso acontecesse a Gueulá naquela época, o candidato mais adequado para ser o Mashiach seria aquele sábio. 

Dessa mesma maneira na nossa geração o Rebe de Lubavitch foi apontado por muitos como candidato dentro desses critérios dos antigos sábios da Guemará e por esse motivo isso não foi visto como uma transgressão à Halachá (lei judaica). Quando acontecer a Gueulá, o Beit Hamikdash for reconstruído (o principal desce pronto do céu) em Jerusalém e as guerras vencidas, o candidato a Mashiach se torna o Mashiach na prática. Antes disso, os alunos do Rabi Hanina na Guemará ou os alunos do Rabi Inon puderam dizer que o Rebe deles era o Mashiach (dentro dessa intenção) e isso não constitui um problema de Halachá. 

A Guemará em Sanhedrin também nos conta que o fato de o Mashiach ser dos vivos ou dos mortos não é relevante nesse caso contanto que ele venha a construir o Beit Hamikdash, vença as guerras de Hashem e traga o nosso povo de volta para a terra prometida passando depois junto com todo o povo de Israel para a etapa em que a vida será eterna, o próximo mundo. Os romanos antigos copiaram também esse aspecto da religião judaica e aplicaram ele inadequadamente à alguém que não era um descendente do rei David, não cumpriu a Torá e as Mitzvot como o rei David, e que na época dele o Beit Hamikdash foi destruído, as guerras perdidas e o povo se espalhou para fora de Israel, não tendo qualquer relação ou comparação  com o princípio judaico da vinda do Mashiach e com o fato de os alunos dos Sábios de Israel dizerem que o Rebe deles era o Mashiach.

A Guemará no tratado de Rosh Hashaná nos conta que Rabi Eliezer diz que no mês de Nissan foi a Gueulá dos nossos pais (que saíram do Egito) mas em Tishrei será a Gueulá futura. Sendo que a festa de Sucot foi dada na Torá em comemoração à Gueulá do Egito e como diz a Meguilá " Esses dias são lembrados e acontecem" , Esses dias de Sucot são uma hora propícia para a Gueulá! Então, vamos pedir para Hashem! Só temos a ganhar!


Agradeço à todos os que apóiam a nossa ONG TORÁ
Nossos agradecimentos à Fernanda e Elias Messer da Line Life, que 5778 seja para vocês um ano de muito sucesso em grande estilo!
Nossos agradecimentos à querida família Nasser, às queridas famílias Gueler e Rabinovich, à Francis e Fábio Grossmann (grupo Facislito) , ao querido Roberto Guttmann e família, à Roger Ades e família, à família Worcman hotel Rojas e Menachem Mendel Kopelovitch, aos queridos Abdala e James Feldman da Neeman despachantes aduaneiros, à Tiago e Rosiele Bolcont, Néia e seu marido Anderson, Yehuda Carmi e sua esposa Laura, Efraim e Daniela Gadman, Família Grinszpan, Samy Sarfatis Metta e à empresa Adar Tecidos . Que no mérito dessa Mitzvá vocês tenham um 5778 cheio de alegrias e felicidades, que Hashem dê à vocês e à todas as suas famílias muiiiiiiito sucesso muita saúde muiiiiiiito dinheiro e felicidades judaicas de toda a família 🌷
כתיבה וחתימה טובה לשנה טובה ומתוקה

Agradeço à todas as voluntárias da ONG começando pela minha querida esposa Braha Haika pelo lindo trabalho, Hashem não fica devendo e paga com milagres revelados como vocês sempre me contam

Agradeço à todos vocês que lêem a nossa Parashá, que no mérito desse estudo de Torá vocês recebam todas as bençãos Divinas em grande estilo!

בברכת כתיבה וחתימה טובה לשנה טובה ומתוקה מלאה כל טוב בגשמיות ורוחניות
Rabino Gloiber
Sempre rezando por vocês



Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments: