O Memorial da Imigração Judaica realiza nesta quarta-feira (30), a partir das 19h, um seminário que discute a importância da imigração e da cultura judaica para o Brasil.
Evento discute imigração e literatura judaica em SP
O Memorial da Imigração Judaica realiza nesta quarta-feira (30), a partir das 19h, um seminário que discute a importância da imigração e da cultura judaica para o Brasil. Com o tema "A expressão da Literatura iídiche na imigração judaica para o Brasil", o evento contará com participação do ator e diretor Sérgio Mamberti e será mediado pelo professor Syvio Band.
Utilizada por comunidades judaicas na Alemanha, Argentina, Estados Unidos, Bélgica, Israel, Brasil e diversos outros países, a literatura iídiche foi desenvolvida no século 19 e hoje é considerada parte do patrimônio cultural dos judeus brasileiros.
Os judeus ultra-ortodoxos, que em sua maioria vivem em Nova Iorque e Israel, são os que mais fazem uso desse idioma, que nasceu do dialeto utilizado por uma família indo-europeia. Ela é escrita com caracteres do alfabeto hebraico moderno e em sentido oposto ao da escrita ocidental, sendo lida da direita para a esquerda. Calcula-se que um grupo de 1 milhão a 3,2 milhões de judeus fala o iídiche.
Arquitetura Judaica
Até o dia 21 de setembro, visitantes do Memorial também poderão visitar uma exposição sobre a história e a arquitetura de candelabros judaicos, estruturas que suporam sete lâmpadas e hoje formam um grande símbolo da religião judaica. A exposição conta com estruturas de origens e séculos diferentes, de diversos países. A entrada ao evento também é franca.
O Memorial da Imigração Judaica está localizado na Rua da Graça, 160, no Bom Retiro, região central de São Paulo.
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião