Rachel Weisz: viúva fatal(Londres, BR Press) - Rachel Weisz está arrancando elogios da crítica em cartaz no Reino Unido com o provocador Eu Te Matarei, Querida (My Cousin Rachel), do mesmo diretor do cult Um Lugar Chamado Notting Hill, Roger Michell). 

Ela vive a viúva sua xará do romance dark de Daphne du Maurier, passado na era Vitoriana mas escrito em 1951. 
Contra todas as expectativas e suspeita de ter assassinado o falecido, Rachel (a personagem) chega da Itália para morar na Inglaterra com  Phillip (Sam Claflin, de Como Eu Era Antes de Você), o desconfiado e impetuoso herdeiro do marido. 
Para quem está desamparada e recém-enviuvada, Rachel se sai melhor que a encomenda e Phillip, não precisa dizer, apaixona-se pela misteriosa mulher cheia de vida – até demais, inclusive e ousadamente vida pessoal, o que na época era sinal de arrogância e fonte de maledicência para qualquer mulher, solteira, casada ou viúva. 
Rachel até topa um affair com Phillip, mas se rebela e recusa casar-se com o jovem obsessivo, literalmente envenenado pela rejeição da ‘prima’ mais velha e mais experiente.  
Ainda não há previsão de estreia desta “love story não convencional”, como define Weisz, no Brasil. Mas já tem trailer legendado em português. 
Assista: 
          
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião