Perseguição contra ultra-ortodoxos recrutados pela IDF é cresce em Israel
Um cartaz "avisa" a comunidade ultra-ortodoxa de que alguns
estão servindo nas forças armadas
A polícia recebeu cerca de 30 queixas de ataques direcionados a soldados haredi, apenas este ano, segundo o oficial sênior da IDF: "Jovens perseguiram-me na rua e gritaram: Você é nazista ", disse o soldado ultra-ortodoxo.

O número de queixas sobre perseguições de jovens ultra-ortodoxos que optam por se alistar nas Forças de Defesa de Israel aumentou muito desde o início do ano, afirmou um oficial sênior da IDF.

"Existe uma sensação de crescente hostilidade em relação aos recrutas ortodoxos em sua própria comunidade ", afirmou o Brigadeiro General Eran Shani da IDF, durante uma reunião especial no Subcomitê do Departamento de Relações Exteriores e Defesa do Knesset que está responsável pelo caso.

 Perseguição contra ultra-ortodoxos recrutados pela IDF é cresce em Israel
Ele disse que desde janeiro a polícia recebeu cerca de 30 queixas de ataques direcionados a soldados Haredis. Em comparação, um total de 113 investigações deste tipo foram abertas entre os anos de 2014 a 2016.

Dois soldados haredi participaram da reunião de terça-feira para compartilhar suas experiências.

"Uns caras jovens me perseguiram na rua e gritaram: Você é nazista! Agora eu pergunto, onde estava a policia neste momento? ”, disse.

O segundo jovem e reservista do exercito, disse: "Nós aparecemos no panfleto 'The Hunters' (uma lista com nomes e que incitam a violência contra haredim que se juntam ao exército). Eles tiraram fotos de nós e as espalharam. Estamos sendo perseguidos".

Shas Yakov Margi, o único legislador haredi da reunião afirmou que: "Chegou o momento de agir contra os extremistas que atacam os jovens que se alistam na Tzavá".
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião