Jovem alemã que se uniu ao Estado Islâmico é presa por forças iraquianasJovem alemã que se uniu ao Estado Islâmico é presa por forças iraquianas

Garota de 16 anos está sendo chamada por autoridades de Linda W. e pode ser alemã que fugiu de sua casa na Alemanha com destino a Istambul, Turquia.


Uma jovem alemã, de 16 anos, que estava desaparecida há mais de um ano, pode ter sido presa na quinta-feira (20) em Mosul, cidade no Iraque, junto com outras três jovens alemãs. Acredita-se que Linda Wenzel tenha fugido da casa dos pais para se juntar ao grupo extremista Estado Islâmico e sido encontrada por forças iraquianas durante uma ação.

Autoridades, que chamam a jovem detida apenas por Linda W., afirmam que ela está recebendo toda a assistência da embaixada alemã no Iraque . Oficiais iraquianos tratam o caso como o de uma jovem alemã que foi recrutada pelo Estado Islâmico pelas redes sociais. Eles não identificam a garota, entretanto, como Wenzel.


As forças iraquianas explicam que a jovem fazia parte de um grupo de 20 mulheres que apoiavam o grupo extremista. Todas eram de fora do Iraque, tendo saído da Síria, Líbia, Russia, Turquia e até Canadá. Pelas imagens que aparecem de Linda W. no dia que o grupo foi descoberto, as características da jovem conferem com as da alemã desaparecida.
Jovem alemã que se uniu ao Estado Islâmico é presa por forças iraquianas
Linda Wenzel

De acordo com reportagem do site “The Guardian”, a alemã está desaparecida desde 1 de julho de 2016, quando não voltou para a casa dos pais após supostamente ter passado um fim de semana na casa de uma amiga. Posteriormente, a polícia achou recibos de passagens aéreas da cidade de Dresden até Frankfurt e de Frankfurt até Istambul.

Jovem alemã que se uniu ao Estado Islâmico é presa por forças iraquianasTempo antes da fuga, Linda afirmou aos pais que estava se interessando pelo Islamismo, mas omitiu o fato de ter se convertido à região. Durante o Ramadã, ela afirmou que estava de dieta, e os pais não relacionaram uma situação a outra.

Linda W.

De acordo com a agência Reuters,  emissoras e jornais alemães chegaram a entrevistar a alemã presa pelas forças iraquianas. De acordo com as reportagens, Linda afirmou que só quer sair da onde está. "Eu quero fugir da guerra, das muitas armas, do barulho. Eu só quero ir para casa, para minha família".


Os meios de comunicação dizem ainda que Linda se arrependeu de se juntar ao Estado Islâmico. A jovem quer ser extraditada par Alemanha e afirmou que, se isso for possível, vai cooperar com as autoridades.

Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião