Como blindar a ansiedade?Quatro dicas para se 'blindar' contra a ansiedade. 33% da população mundial sofre de ansiedade.

Atualmente, a sociedade é bombardeada de informações, e é possível saber tudo o que está a acontecer com um simples clique no smartphone. Além do excesso de dados recebidos diariamente, uma agenda competitiva e cheia de cobranças leva as pessoas a sofrerem de ansiedade. A Organização Mundial de Saúde divulgou, em 2016, que 33% da população mundial sofre desse mal.

Ao olhar para esse cenário, em que parte da população vive uma vida frenética, cheia de tarefas e de constantes preocupações, pode questionar-se: Que vida que estamos a levar hoje?

A sociedade vive uma existência paradoxal, com mais conforto, uma medicina mais desenvolvida, transportes mais acessíveis e uma indústria de lazer extremamente sofisticada, mas constata-se a existência de cada vez mais pessoas tristes, agoniadas, stressadas e ansiosas. Rabino Samy Pinto, responsável pela Sinagoga Ohel Yaacov, partilha um pouco da sabedoria milenar judaica para ajudar as pessoas a protegerem-se contra esse mal.

“Para começar a tratar do assunto da ansiedade temos que refletir sobre três questões levantadas ainda no século XI, pelo espanhol Bachia Ibn Pakuda, que são: Quem sabe o que realmente precisamos? Quem pode dar-nos o que realmente precisamos? E quem é que, afinal, nos ama? Na Kaballah, meditar nesses pontos, traz-nos a seguinte resposta: Deus”, diz.

De acordo com a sabedoria judaica, grande parte deste sofrimento sentido pela humanidade, deve ao facto de retiramos Deus da agenda, deixando-a mais pesada e focada apenas no mundo material.

Para ajudar a amenizar o problema da ansiedade, que é uma síndrome do pensamento acelerado, o rabino Samy Pinto dá quatro dicas práticas para tornar o dia um pouco mais prazeroso.

1. Valorize a vida
“É preciso apreciar o facto de estarmos vivos, intelectualmente e emocionalmente. Deve haver uma harmonia entre a razão e a emoção. E é preciso valorizar cada momento das nossas vidas”, comenta Samy.

2. Tenha gratidão
“Ser grato, até mesmo pelas pequenas coisas boas que acontecem, desafogará o coração da ansiedade. Seja grato pela saúde, pela família, amigos e por tudo de positivo que está em seu entorno”, diz o rabino.

3. Faça uma agenda de compromissos
“Preparar uma agenda ajuda a controlar a ansiedade, mas é importante que o seu tempo não se restrinja ao trabalho e trabalhos escolares. Amplie para projetos sociais, momentos espirituais, desporto e lazer.

4. Retribua sempre o bem
“Além de agradecer, é de grande importância retribuir o bem que as pessoas lhe fazem. Isso trará um sentimento de paz e tornará a agenda de cada um mais leve e espiritual”, explica o rabino.

Estas dicas farão com que a ansiedade diminua. “É importante saber que, quando vamos dar espaço para conversar com D´us, no fundo estamos a conversas connosco, e esse momento é precioso para deixar claro as três questões acima referidas.


Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião